República Democrática do Ondiéquistão

Pra onde ele foi?

Pra onde ele foi?

O fechamento da janela de transferências para o futebol europeu trouxe um certo alívio para os clubes brasileiros.

E digo um certo porque como ensina o ditado, mais ou menos assim, uma janela se fecha para outras abrirem.

E nada como a sabedoria popular para explicar o futebol.

Embora o període de transferências para Europa tenha acabado diversos mercados menores, ou menos tradicionais, ainda estão abertos.

O da Ásia por exemplo onde Japão e Coréia do Sul costumam levar bastante jogadores daqui.

Outro mercado emergente que vem tomando cada vez mais gosto por jogadores e técnicos brasileiros é o dos países árabes.

Para ficarmos em poucos exemplos Valdívia se transferiu do Palmeiras para o Al Ain dos Emirados Árabes Unidos e Fernandão do Inter de Porto Alegre para o Al Gharafa do Catar.

Marcinho, então artilheiro do Brasileirão-08 se foi do Flamengo para o Al-Jazira dos Emirados Árabes. Mesmo clube que já havia levado o treinador Abel Braga do Inter e que fechou com o selecionável Rafael Sóbis. O atacante atuava pelo Betis de Sevilha na milionária Liga das Estrelas.

Algumas janelas se fecharam. Mas muitas outras seguem abertas.

É bom os clubes brasileiros se prepararem para lutar contra os petrodólares.

Ou o torcedor ficará se perguntando onde foram parar seus craques.

Na Arábia, no Japão ou no Ondiéquistão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: