Vai Pra Lá Que Eu Vou Pra Cá!

Pra mim este foi o lance mais bonito do futebol em 2007.

E por ele Robinho será homenageado nesta terça, dia 14, no Maracanã

O jogador do Manchester City ganhará um painel de fotos do drible no hall de elevadores do estádio.

O lance, que originou um dos gols da goleada por 5X0 contra o Equador, aconteceu em outubro do ano passado.

Robinho se confessou surpreso pela homenagem.

E Elano, autor do gol, revindicou sua parte.

Continue lendo

Anúncios

Hipocrisia à Francesa

 

O que vale pra eles não vale pra nós...

O que vale pra eles não vale pra nós...

O presidente da UEFA, Michel Platini, voltou aos holofotes por conta de suas polêmicas declarações.

 

Depois de puxar a orelha do técnico Arsene Wenger e do Porto de Portugal, agora o francês direciona suas críticas à compra de clubes por magnatas estrangeiros.

Usando o Liverpool e o Manchester City como exemplos, o ex jogador bateu forte.

Querem um Liverpool presidido por um Xeique  Árabe, com treinador brasileiro e 11 africanos em campo? Onde fica a cidade de Liverpool nisso tudo?  Temos que estabelecer regras. O segredo do futebol está na identificação dos torcedores com seus times e tantos estrangeiros não fazem bem à identidade de um clube.

E disse mais: 

Um grupo do Catar deve investir no Catar e apostar no desenvolvimento do futebol de seu próprio país.

Platini só se esqueceu de um coisa, dos 7 grandes patrocinadores da UEFA somente 2 são europeus:

Heineken (Holanda) e Vodafone (Reino Unido). Os outros 5 são estrangeiros.

Ben Q (Taiwan) – Sony (Japão) – Playstation (Japão) – Ford (EUA) e Mastercard (EUA).

As palavras de Platini repercutiram muito mal na comunidade futebolística européia. 

Dirigentes ingleses classificaram as declarações como xenófobas e um contracenso ao processo de globalização que vive o mundo.

A Premier League se pronunciou dizendo que a Uefa deve tomar conta de seus assuntos e que a estrutura do futebol inglês não diz respeito ao dirigente.

Sem Riquelme?

Olho aberto pra não perder o lugar...

Olho aberto pra não perder o lugar...

Riquelme pode ficar fora do jogo contra o Uruguai.

Na tarde de ontem o técnico Alfio Basile testou um 3-4-3 sem a presença do controverso meia do Boca.

Riquelme vive um mau momento dentro e fora do campo.

Recentemente foi apontado pelo paraguaio Cáceres, companheiro de clube, como uma liderança negativa.

E desde o fim da Copa de 2006 boa parte da imprensa argentina acredita que seu ciclo na alvi-celeste chegou ao fim.

Mas Coco Basile não pensa assim.

Fã incondicional do craque xeneize o técnico argentino já desmentiu o boato de que Riquelme estaria em cheque.

Segundo Basile, Riquelme só não treinou entre os titulares porque se recupera de uma pancada no pé direito.

E setenciou: Riquelme pode ficar de fora contra o Uruguai. Mas volta contra o Chile.