Política do Café Com Leite

 

34 Jogos com a Amarelinha no Maraca

34 Jogos com a Amarelinha no Maraca

Os dois jogadores que mais atuaram pela Seleção Brasileira no Maracanã são Pelé e Rivelino.

Um mineiro e um paulista. 

Assim como na Velha República.

É a prova que o Maraca não é um templo carioca do futebol.

É do Brasil. Do Mundo.

Politica do Café com Leite - Um Mineiro e Um Paulista

Política do Café com Leite - Um Mineiro e Um Paulista

Anúncios

Irmãos de Cabeleira

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A semelhança é indiscutível…

Valderrama era um craque sim!

Elegante, jogava de cabeça erguida.

Não errava mais que 3 passes por temporada…

Mas que se parece com o personagem Xampú

do desenho animado Urso do Cabelo Duro,

ah, isso é inquestionável.

Bons Tempos

Em tempos de eliminatórias vamos lembrar o melhor momento da história da seleção colombiana.

Este foi a segunda época de ouro do futebol colombiano e, com certeza, a melhor da seleção.

O primeiro grande momento do futebol da Terra de Marques foi a chamada invasão argentina, no fim dos anos 50, início dos 60.

Grandes jogadores jogavam a Liga Colombiana nesta época, entre eles os míticos Di Stefano e Moreno.

Mas a seleção deste simpático país banhado pelo Mar do Caribe nunca alcançou tanta notabilidade como com a geração de Higuita,  Asprilla, Valderrama e Rincón, destaques do jogo no Monumental.

15 Anos Sem Tião Carreiro

15 anos o Brasil perdia um dos maiores ícones de sua cultura popular.

O mestre da viola caipira, TIÃO CARREIRO.

Corinthiano roxo, o futebol sempre foi tema corrente na música de Tião Carreiro.

Como em Bi Campeão Mundial, em homenagem à seleção campeã no Chile.

Outra pérola é Quebra de Tabu, para o famoso jogo em que o Timão acabou com o jejum de vitórias sobre o Santos de Pelé.

Tião Carreiro é muito mais que um mero cancioneiro popular, é muito mais que reles mestre das rimas.

Ele é um expoente da sabedoria de um povo simples, que fala NÓIS, mas que sabe o que diz…

E o mais importante, que sabe o que faz…