Tinha que ser…

Alexandre beija a foto do pai, Elias Kalil, ex presidente do Galo

Alexandre beija a foto do pai, Elias Kalil, ex presidente do Galo

Alexandre Kalil é o novo presidente do Galo.

E assim tinha que ser.

Kalil recebeu 271 votos contra 130 de Sérgio Bias Fortes e apenas 1 de Itamar Vasconcellos.

Alexandre Kalil assumiu logo após a apuração dos votos. Sua primeira medida foi baixar o preço dos ingressos para o jogo de 16 de novembro contra o Vasco.

Em qualquer setor do Mineirão o torcedor atleticano vai pagar 5 reais. O novo presidente quer a massa junto ao time.

Já era hora de Alexandre Kalil assumir o Galo. Já vinha sendo ensaiado. Além de ser um nome quase unânime entre Torcida e Conselho Deliberativo.

Hoje chegou o dia.

O desafio é enorme.

Resgatar os tempos de glórias, sanear o clube, reconquistar a torcida.

E tudo isso com as contas no vermelho.

Sorte Kalil!

Anúncios

Hipocrisia Nossa de Cada Dia

Após a derrota para o Fluminense, no sábado, o goleiro Marcos do Palmeiras saiu de campo cuspindo marimbondo.

Disse que o 5º lugar estava de ótimo tamanho, se comparado à vontade que o grupo vinha demonstrando em campo.

O professor Luxa – que eu não sei se é Wanderley, Wanderlei, Vanderlei ou Vanderley, não suporto gente que troca de nome – não gostou das declarações do goleiro e passou um pito em Marcão.

Torcida palmeirense e Imprensa Séria foram quase unânimes em seus julgamentos: se era pra ficar do lado de alguém seria de Marcos.

Afinal, ele tem muito mais credibilidade, moral e identificação com o Verdão, mais que Luxemburgo, Diego Souza ou qualquer outro do grupo palmeirense.

Na saída do jogo de ontem, contra o Goiás, Luxemburgo tentou pôr panos quentes no imbróglio.

Entre outros elogios o treinador até sugeriu uma estátua para Marcos no Palestra.

Salve Salve a hipocrisia nossa de cada dia!

Artilheiro é pra Decidir

 

Ele decide...

Ele decide...

A torcida do Cruzeiro adora vaiá-lo.

Boa parte da China Azul até hoje não engole o desentendimento com Roni em 2007.

Mas a verdade é que Guilherme é muito bom!

Tem uma visão privilegiada do jogo. 

E em espaços reduzidos, define como poucos.

Guilherme é decisivo. Aparece naquelas horas reservadas aos iluminados.

Ontem foi assim. Deu assistência, fez gol. Acabou com o Grêmio.

Em 8 jogos contra o Galo marcou 6 vezes. A melhor média da história do clássico.

Jogador de fibra, embora transpareça frieza.

Mas na hora da onça beber água, quem aparece é Guilherme.

É por isso que eu gosto!

E olha que quem escreve tem o coração alvi-negro.

O Analista de General Severiano

_ Bom dia Doutor Segismundo.

_ Bom dia Seu Botafogo! Por favor, se acomode no divã. Como passou a semana?

_ Nada bem doutor, nada bem.

_ Mas por que Seu Botafogo, que aconteceu?

_ Ah Doutor, o de sempre. Eu já te disse que estou sendo perseguido, mas ninguém acredita…

 

_ Nós já conversamos sobre isso Seu Botafogo, o senhor sabe que não existe perseguição.

_ Existe, existe sim senhor. Como não? Daqui a pouco acho que o senhor que vai precisar de um analista Doutor Segismundo.

_ Vamos com calma, por que você não me conta como foi a sua semana.

_ A semana começou bem doutor. Eu fui ao interior de Minas visitar uns amigos e foi tudo ótimo. Fui tratado como um Rei em Ipatinga. Mas aí veio a segunda e eu voltei pro Rio. Então tudo recomeçou. Um primo de São Paulo ia chegar na quarta, mas desde que voltei a única coisa que ouvi foi que ele era melhor que eu, que ele era um campeão de verdade, essas coisas sabe.

_ Mas ele não é?

_ É, mas não precisa jogar na minha cara né Doutor.

_ Não é jogar na sua cara Seu Botafogo, é só uma constatação.

_ Tá bom, mas eu também sou um vencedor. Olha minha história, já vivi glórias, verdadeiros sonhos. Depois fui ao fundo do poço, mas me reergui. E hoje até que estou bem. Tô ou não tô Doutor? Mas não, ninguém olha assim pra mim. Meu anjo é um anjo torto, meu maior símbolo é o perfeito anti-herói.

_ Seu Botafogo, essas coisas que o senhor pontuou só engrandecem sua história. Esses detalhes a deixam muito mais mais charmosa, mais atraente, mais gostosa. Não veja tudo pelo lado negativo.

_ Não é negatividade. Só eu sei o que sofro, só eu entendo os olhares que me são lançados. Eu sei como sou perseguido, debochado… todos os dias. Até meu choro, expressão mais natural da humanidade, é criticado. Dizem que sou descontrolado, que sou pequeno, que me encolhi, que não tenho importância.

_ Eu discordo de você Seu Botafogo. Todo mundo sabe da sua importância, de sua história. Mas as pessoas vêem que agora o tempo é outro. Seus melhores dias já se foram, mas isso não quer dizer que hoje você não tenha importância. Na verdade Seu Botafogo, você é quem se sente inferior. Talvez por não suportar que os anos dourados já se foram…

Thierry Henry Tira a Roupa Contra a Aids

O craque francês Thierry Henry pousou nu para a dupla de fotógrafos Jonathan Anderson e Edwin Low.

A foto faz parte da exposição Champions, que estréia hoje na Galeria Nacional do Retrato de Londres.

Para o projeto, outros grandes nomes do esporte mundial posaram para as lentes de Anderson & Low.

Entre eles a tenista Venus Willians, a ex tenista e hexa campeã de Wimbledon Billie Jean King, além do mito do rugby britânico Matt Dawson.

Toda a arrecadação da mostra será revertida para a luta contra a Aids.

A entidade beneficiada será a Elton John Aids Foundation, criada e dirigida pelo ícone da música pop Elton John.

Carlie Gidman, mergulhadora australiana

Carlie Gidman, mergulhadora australiana

Matthew Taylor, jogador do Bolton

Matthew Taylor, jogador do Bolton da Inglaterra