Quando Deus te olha de perto…

A Cultura Católica se baseia na doutrina do medo.

Nascemos pecadores, culpados. E crescemos sob o julgamento de uma divindade irada.

Deus de dilúvios e pragas. Sempre pronto a punir, a castigar.

Um Deus controlador e egocêntrico, capaz de jogar o próprio filho aos leões só para provar que estava certo. Impiedoso.

E assim floresceu e cresceu a civilização católica. Temente, obediente. E mesmo assim vez ou outra castigada.

Quando Maradona foi anunciado como novo treinador da Seleção Argentina de Futebol choveram críticas e pedradas. O próprio Ópio do Povo deu sua cutucada, dizendo sentir um cheiro de tango e tragédia no ar.

Mas uma coisa os críticos se esqueceram de levar em conta. O anúncio de Maradona como treinador da Alvi-Celeste vai muito além do folclore que, daqui, podemos ver.

Colocá-lo no cargo de treinador da seleção nacional é uma tentativa de resgate daquilo que todos nós, brasileiros, reclamamos em nosso escrete canarinho. Amor à camisa.

O eterno 10 não é simplesmente um baixinho destemperado e polêmico, para os hermanos Maradona é Deus. E que não venham aqui criticar a postura do povo argentino porque cada um acredita em seu Deus como ele é.

Divindades com cabeças de elefantes, raposas, Deuses etéreos e sem corpos, tudo isso e muito mais é cultuado mundo afora. Então por que Maradona não pode ser Deus? Nem que seja pra alguns poucos loucos – espalhados pela Argentina, pelo sul da Itália ou pelo Reino Unido resistente ao Império da Rainha – ele pode.

E para os jogadores argentinos Maradona é mesmo um Deus.

A geração de Riquelme viu a Copa de 86. E viu com olhos infantis, tão propícios a criação de Deuses e Heróis. Esses jogadores que – para cima ou para baixo – beiram os 30 anos acompanharam as diabruras de Maradona no México e em Nápoles. E com certeza não se esqueceram do 10, nem de la Mano de Dios.

Já a geração de Messi, Aguero e Gago não viu Maradona em seu auge. Eles cresceram ouvindo as histórias de Diego e puderam ver o último suspiro do gênio, o mundial de 94. Crianças, também puderam construir o mito do Diego imbatível, derrubado apenas pelos engravatados da Fifa.

Maradona, como um Deus, já cobrou de seus rebentos: Vocês terão que jogar pelo país e por mim! E todos responderam afirmativamente.

Nos poucos treinamentos desta semana notou-se um brilho de fascínio e admiração nos olhos dos jogadores argentinos. Eles não olham Maradona como um treinador, como um comum. Diego é mesmo Deus.

A Federação Argentina busca com Maradona resgatar o velho e esquecido amor à camisa. É a tentativa de despertar interesse e incutir responsabilidades em jogadores milionários, mundialmente famosos e adorados.

A idéia é que com Deus tão perto os jogadores – tementes e crentes – se doem mais, se entreguem de corpo e alma às cores da nação.

O resgate de valores perdidos e massacrados pela sociedade moderna é algo a ser louvado, mas não sei se a doutrina do medo – consagrada pelo império cristão – funciona no mundo quase pagão do futebol.

O certo é que o time argentino é o mais talentoso dos últimos tempos, aliás, é o mais talentoso do pós-Maradona.

Vamos ver se com Deus no comando todo talento poderá ser desfrutado por nós, pobres mortais.

Buena Suerte al Diez!

Anúncios

25 Respostas

  1. Belissimo texto!
    Concordo com tudo que disse sobre a “Civilização” Católica!
    Mas nao dou boa sorte pro baixinho vaporetto
    Abraços!

  2. Buenisimo Ber!
    Suerte a vos tb!

  3. Me dejo emotivo…

  4. Cada povo tem o Deus que merece!!!

  5. Maradona é um louco cheirador!!!!!!!!!!!!!!1
    Sem chance de dar certo!!!!!!!!!!!!

  6. MARADONAAAAA!!!!!!
    Muito melhor que Pelé!!!!!!!!

  7. Maradona, quem é Maradona mesmo?

  8. Vai fica r todo mundo cheradao na argentina! huauhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  9. Dialogo entre Gago e Maradona:
    Pó pô pó?
    Pó pô!
    hauauhuahauaauuhauahauau

  10. É tão difícil encontrar palavras tão sensíveis pra falar de futebol,
    parabéns Comedro de Ópio!

  11. Belo texto garoto!
    Assino embaixo!

  12. Se vc gosta tanto do Maradona pq nao vai pra Argentina?????????

  13. Vamu com calma Gremista Loko, se nao a gente vai ficar odiado.
    Nao tem comparaçao entre Pelé e Maradona, isso nao.
    Abraços tricolores!

  14. Ótimo devaneio!
    Vejam Zeitgeist !!! http://video.google.com/videoplay?docid=-594683847743189197

  15. Fala sério, só um gremista loko mesmo pra dizer que o Maradona é melhor que o Pelé, fala sério.

  16. Parabens filho, texto lindo!!!

  17. Lindo lindo lindo!
    Me emocionei…
    Lembrei da Copa de 86, o pé de jabuticaba no quintal, meu querido pai, ja nao mais entre nós, rindo com o Araken…

  18. Ótimo post. Bastante interessante. E é como você mesmo disse, Maradona é um Deus para os argentinos. Dieguito pode afundar a seleção, continuar com suas drogas e etc que para os argentinos ele sempre será Deus.

    Agora me pergunto. Quem seria o Deus brasileiro ?? Seria Pelé ?? Acredito que não. Romário ou Ronaldo ?? Tbem acho que não.

    Vivemos em um país onde o caboclo pode carregar uma seleção por 3 copas do mundo nas costas e conquistar três títulos mundiais, que mesmo depois disso, quando passar por uma má fase, que seja por apenas um mês, termos a imprensa inteira metendo o pau. Isso é lamentável.

  19. Nós temos uma tendência de destruição dos ídolos que é realmente impressionante…
    Talvez isso venha da necessidade voraz que temos de criá-los.
    è aquela velha história, se o super-herói não segura a onda vira logo um super-fracassado…
    Abraços!

  20. lindo o texto,Bê, sensível e despojado dos bairrismos que tanto me incomodam (que nada tem a ver com paixão, indispensável para o futebol): muito lúcido e delicado, gostoso de ler, bem a sua cara.
    bitoca

  21. Muito bom texto. E uma observação a respeito de um dos comentários. Cada um tem o Deus que escolhe e não que merece. Tem gente que nem Deus tem, prova que é uma escolha.

    abraço

  22. muito bom o texto, Bê.
    certo ou errada, a experiência foi muito melhor conduzida que as nossas, com Falcões e Dungas.
    Diego não está só, para começar. o Bilardo está lá para dar uma força e segurar parte da barra.
    nosostros de la Iglesia Maradoniana deseamos suerte al Diez.
    e bom saber que vocie gostou do blog. se quiser colaborar, fica à vontade. afinal de contas, vocie costuma estar lea.
    abraço

  23. Que bom que vocÊ gostou Flávio!
    Sobre seu Blog eu TENHO ESTADO LÁ e tnho gostado, jejejeje!
    O Ópio também tá de portas abertas!
    Abraços!

  24. […] escondo de ninguém o quanto torço para que a aventura maradoniana na alviceleste dê certo. Neste blog mesmo já manifestei meu desejo, afinal, é o melhor jogador que minha geração viu jogar, os […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: