Tardelli não apita mais Goiás x São Paulo

Wagner Tardelli não apitará mais a partida Goiás X São Paulo que define o campeão brasileiro de 2008.

A CBF recebeu, na manhã de hoje, uma denúncia do Ministério Público do Rio de Janeiro (segundo o próprio Tardelli em entrevista a João Palomino, da Espn Brasil) de que uma pessoa estaria usando o nome do árbitro carioca para vender o resultado da partida.

A entidade não divulgou qual clube estaria envolvido na suposta compra do jogo.

Para evitar qualquer dúvida sobre a lisura do campeonato a CBF resolveu por retirar Wagner Tardelli do jogo. Em seu lugar o dono do apito será o inexperiente Jaílson Macedo Freitas, da Bahia.

Tardelli falou agora a pouco à ESPN e deu a entender que se trata de um golpista se utilizando do seu nome e que seu afastamento do jogo é uma questão de cuidado com o campeonato e com o próprio profissional.

O comunicado da CBF é muito vago e dele não se pode extrair conclusões.

Esperemos…

Anúncios

91%, hahahahahaha!

cbf circoDeu no Blog do Mauro Cezar, os árbitros e assistentes escalados para a última rodada do Brasileirão receberam um ofício que continha a informação que a arbitragem brasileira obteve este ano – pasmem – 91% de acerto em suas decisões.

Queria saber de onde a turma do Ricardão tirou esse número. O documento diz que o dado é realçado pela mídia. Ahn??? Como assim???

Só pode ser piada, mas o pior é que não é.

O ofício é assinado por Sérgio Corrêa da Silva, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF.

Expulsão Insólita

Panathinaikos e Asteras Tripolis jogavam pela Liga Grega.

Aos 45 do segundo tempo um torcedor do Pao invadiu o campo.

O argentino Adrián Bastía, do Asteras, passou a famosa rasteirinha no invasor.

E por facilitar o trabalho dos seguranças acabou expulso.

Bastía havia marcado o gol do Asteras. A partida terminou 1X1.