E no Lula, quem acredita?

Se tivermos que ajudar a construir uma linha de trem, o PAC vai ajudar. Mas não vamos colocar um centavo na construção de estádios de futebol.

A declaração foi dada agora há pouco pelo presidente Lula aos jornalistas Paulo Vinícius Coelho, Helvídio Mattos, João Palomino e Luciano Silva, na gravação do programa Bola da Vez, que vai ao ar neste sábado às 10 e meia da noite na Espn Brasil.

E você, acredita nisto?

Mais detalhes sobre o papo no blog do PVC.

Anúncios

4 Respostas

  1. Só acredito no dia em que o Napoleão for à China!
    hehehehehehe!!!

    Rafael Igor
    http://passesdeletra.blogspot.com

  2. jejejejejeje!!!!!!!!
    essa foi boa sr. ópio.

  3. eu já acreditei no Lula. A posse do Obama e as expectativas em relação a ele me lembram bastante a posse do ex-metalúrgico que ia representar a classe trabalhadora no país….

    beijo!

  4. Jejeje, vejo que todos andam céticos quanto ao nosso presidente…
    Pros que me conhecem sabem que eu não preciso dizer o quanto já acreditei no Lula, o quanto vivi sua eleição em 2002…
    E todos vocês sabem do meu desgosto diante de um governo tão amarrado, tão cumpridor de metas e lambe lambe dos realmente poderosos. Todos vocÊs sabem do meu desgosto não só quanto ao Lula e seu círculo mais próximo, mas a discrença mais ampla em todo conjunto daquilo que um dia ousamos chamar a esquerda latino americana.
    O que me alenta é que posso compartilhar meu desgosto com tantos outros que admiro, como Galeano, Mia Couto e Gabriel Garcia Marquez…
    Sobre a Obamamania, Valzinha tb sabe o quanto sou cético em relação ao clima de bonança e mudanças que a mídia quer nos empurrar. Sei que o seu Barack tÊm idéias um tanto quanto atrasadas sobre política externa, política de subsídios agrícolas e mesmo no que diz respeito até onde o Estado pode ir.
    Mas dentro deste contexto que a Val colocou sobre a mudança no inconsciente coletivo provocado pela chegada ao poder de um representante de alguma minoria hostilizada sócio e economicamente, acho que na Yankolandia isso pode acontecer…
    Aqui não aconteceu porque – como já dissemos inúmeras vezes no quarto non sense – somos um povinho pra lá de desgraçado que baseia todas suas relações pessoais no conceito hipocrisia.
    Mas enfim, acho que a eleição do Obama ajuda o olhar do negro sobre o negro, assim como o olhar dos outros em relação ao negro, acho que mexe com este lado inconsciente de aceitação, tanto própria como do outro. Tipo o efeito Harvey Milk na Califórnia.
    Eu ia escrever sobre o Milk também, mas o comentário pra lá de grande. Pra quem estiver interessado rola um filme do Gus Van Sant – o mesmo que fez o filme do Kurt Cobain – que se chama Milk. Quem interpreta é o Shawn Penn que dispensa comentários (o cara fez o que o Bush não fez em New Orleans!!) O filme é ótimo, e pra começar a conhecer o cara vale. Neste endereço se pode baixar http://www.mininova.org/tor/1770913
    Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: