Campanha Vamos Ajudar o Washington

washington-fluminense-anos_80Quem, como eu, foi criança nos anos 80 e curtia futebol certamente há de se lembrar do grande atacante Washington que – juntamente com o ótimo Assis – formava a dupla de ataque do Fluminense que ficou conhecida como Casal 20.

Com eles o Fluminense conquistou seu único título do brasileirão, em 1984. E o bigodudo Washington era sempre figurinha carimbada nos álbuns daquela época.

Washington passa por sério problemas. Foi acometido pela Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), a doença que é conhecida como Mal do Esporte.

A ELA é muito comum em esportistas e os cientistas acreditam que seu surgimento esteja ligado ao excesso de atividade física. O volante polonês Krzystof Nowak que defendeu o Atlético Paranaense em 1996 e 1997 faleceu vítima da enfermidade em 2005, com apenas 29 anos.

Futebol, baseball e triathlon são os esportes com maior incidência da doença.

casal_20-fluminense-assis_e_washington

A Esclerose Lateral Amiotrófica não tem cura e a medicação que atrasa a evolução dos sintomas custa cerca de 1.600 reais, dose relativa a um mês de tratamento.

Washington, como muitos de nossos craques do passado,  não carece de muitos recursos econômicos. Com o intuito de ajudar o ídolo tricolor, o juizforano João Márcio Júnior lançou a campanha Vamos Ajudar o Washington.

Márcio Júnior visitou o ex jogador e levou uma camisa oficial do Fluminense para ser autografada pelo craque. Esta camisa está agora em leilão e toda a renda obtida através da ação será revertida para que o Washington possa adiquirir a medicação necessária ao tratamento.

washington_autografa_camisa-casal_20

Os interessados em adquirir a pérola podem enviar seu lance na camisa (mínimo de 300 reais) para o email joaomarciojr@gmail.com

E pra quem quiser ajudar o ex atacante do Flu sem participar do leilão, segue abaixo a conta – gerenciada por sua filha.

Conta Poupança 7237-0
Agência 2926-2
Banco do Brasil
Titular da Conta: Geovana de Souza Santos (Filha do Washington)
CPF 165.634.415-72

Imagens: Meu Time! e Clássicos
Anúncios

Capello, o onipresente

fabio_capello-inglaterra-english_teamHá algumas semanas a Globo – querendo pagar pouco, jejejejeej – lançou a campanha O Melhor Emprego do Mundo que selecionará um jornalista formando ou recém formado para o cargo de correspondente internacional dos seus canais à cabo.

Ser correspondente deve ser legal mesmo, mas o melhor emprego do mundo – da perspectiva de um viciado em futebol – é sem sombra de dúvidas o do senhor Fabio Capello.

Neste fim de semana o técnico da seleção inglesa esteve em 4 estádios diferentes acompanhando partidas da Premier League. E não foram joguinhos quaisquer.

No sábado Capello visitou o noroeste inglês. Foi a Bolton assistir a partida do time local contra o Tottenham. Jogo pra lá de emocionante que terminou empatado em 2 X 2.

Logo depois o técnico do English Team estava no Old Trafford vendo Manchester United X Sunderland. Com um golaço do búlgaro Berbatov e outro golzinho chorado do lateral Evra aos 47 do segundo tempo, os Red Devils garantiram o empate em 2 X 2 e mantiveram um tabu que já dura 41 anos. A última vitória do Sunderland contra o United em Manchester foi em 1968.

Mas se o sábado já havia sido bom, o que falar do domingo?

Primeiramente Capello teve a oportunidade de acompanhar a melhor partida do fim de semana, Arsenal 6 X 2 Blacburn Rovers no Emirates Stadium, com direito a show dos comandados de Arsène Wenger. O passeio dos Gunners foi 6 X 2, mas não é nenhum exagero dizer que poderia ter sido 10 x 4 ou 11 X 5. Detalhe, 8 gols marcados por 8 jogadores diferentes, eu nunca havia visto algo assim. Jogo histórico, inesquecível! E tenho quase certeza que o treinador da seleção inglesa se lamentou demais por Cesc Fabregas ser espanhol, que maturidade aos 22 anos, que grande craque!

Fabio Capello saiu do Emirates e se dirigiu ao Stamford Bridge para assistir o clássico Chelsea X Liverpool. Mais uma grande partida que terminou com a vitória da equipe londrina por 2 X 0 com gols dos franceses Anelka e Malouda. E excepcional apresentação do ebúrneo Didier Drogba.

Pra muita gente o fim de semana de Fabio Capello pode parecer um martírio, sábado e domingo trabalhando, viagens e tal. Mas pra mim, um viciado em futebol, este fim de semana mais parece um sonho. Não bastasse, hoje à tarde provavelmente ele estará em Birmingham pra mais uma partida que promete, Aston Villa X Manchester City que fecha a rodada da Premier League.

Da onipresença do Capello fica um ensinamento; técnico de seleção tem que viver em estádio. É só no campo que se vê um jogo em sua perfeição. O treinador anão da nossa seleção por exemplo, raramente é visto nos estádios do Brasil e da Europa. É por esta e por outras que o English Team é meu favorito pra levar a Copa de 2010.

Imagem: Estadão