Ironia da bola

Até a partida de ontem, contra o Grêmio Itinerante, o Galo havia jogado 12 vezes e em todas as partidas havia sofrido gol.

Ao todo foram 19 tentos sofridos nos 12 primeiros jogos do ano.

Ontem o Galo entrou disposto a mudar esta história. E mudou, pelo menos em parte.

Pela primeira vez na temporada o alvinegro de Belo Horizonte terminou a partida sem levar gol.

No entanto, também não conseguiu marcar contra o lanterna do Paulistinha e, com o 0 X 0, deu adeus à Copa do Brasil 2011.

Ironia da bola, que draga danada.

Imagem: Café e Conspiração
Anúncios

A boa lista do Mano

Mano Menezes fez sua primeira convocação à frente da Seleção Brasileira. E surpreendeu, pelo menos àqueles que esperavam uma lista com Dentinho, Chicão, Elias e Roberto Carlos, todos atletas do Corinthians. O único jogador do Timão na convocação foi o volante Jucilei, o que me pareceu uma boa surpresa.

O time que encabeçou a lista foi o Santos com 4 jogadores, Robinho, Neymar, Ganso e André. O volante Arouca foi a ausência santista mais sentida. Pelo menos eu queria vê-lo vestindo a amarelinha.

Já que a palavra de ordem é renovar, dos 24 convocados 7 têm idade olímpica. Pato (Milan), Ganso (Santos) e Rafael (Manchester United) com 20 anos, Neymar (Santos) com 18, Sandro (Internacional) com 21, André (Santos) e o goleiro Renan (Avaí) com 19. Sangue novo na seleção que tem média de idade de 23,1 anos.

De forma geral gostei muito da convocação. Algumas lembranças são bem interessantes, como o zagueiro David Luiz (Benfica), o volante Jucilei (Corinthians), o lateral Rafael (Manchester United) e o jovem goleiro Renan (Avaí). Os retornos de Lucas (Liverpool), Pato (Milan), Hernanes (São Paulo) e Marcelo (Real Madrid) são excelentes, estes jogadores nunca deveriam ter sido afastados da seleção e, ao meu entender, deveriam ter ido à África do Sul. A esperada convocação de Paulo Henrique Ganso (Santos) também foi outro ponto positivo da lista do Mano. Quando leu o nome do meia paraense, o novo técnico da Seleção até soltou um sorrisinho maroto, como quem dissesse esse é o cara!

De negativo poucos nomes. Eu particularmente não gosto dos laterais Daniel Alves (Barcelona) e André Santos (Fenerbahçe), embora entenda a convocação dos dois. Na minha lista também não estariam os zagueiros Henrique (Racing Santander) e Réver (Galo), acho que temos muitos zagueiros na frente deles, por exemplo Alex Silva (São Paulo), Miranda (São Paulo) e Leonardo Silva (Cruzeiro). Agora o que não entendi mesmo foi a convocação do goleiro Jéfferson (Botafogo) e do meia Éderson (Lyon). Jéfferson é bem fraquinho, inconstante, e até hoje não aprendeu a pegar falta. Já Éderson nunca se firmou no Lyon e nem mesmo no Fenerbahçe, não o vejo com bola suficiente pra vestir a camisa da seleção.

Outra coisa que vale ressaltar é a qualidade dos volantes, algo tão essencial no futebol moderno onde atacantes e meias não têm espaço e tempo nem para pensar. Hoje os volantes ganharam grande importância, sendo quase sempre os responsáveis pela organização do jogo. Mano só chamou volantes que sabem jogar. Ramires (Benfica), Lucas (Liverpool), Sandro (Internacional), Jucilei (Corinthians) e Hernanes (São Paulo) marcam, mas também gostam da bola e saem muito bem para o jogo.

Dia 10 de agosto este grupo entra em campo no amistoso contra o Estados Unidos, em Nova Jersey. Será o início da Era Mano Menezes à frente da seleção. Não sei se é pelo alívio do fim do dunguismo ou se pela boa primeira convocação do Mano, mas a expectativa é das melhores para os próximos anos!

Os 24 do Mano

Goleiros
Jéfferson (Botafogo), Renan (Avaí) e Víctor (Grêmio).

Laterais
Daniel Alves (Barcelona), Rafael (Manchester United), André Santos (Fenerbahçe) e Marcelo (Real Madrid).

Zagueiros
David Luiz (Benfica), Thiago Silva (Milan), Henrique (Racing Santander) e Réver (Galo).

Volantes e Meias
Ramires (Benfica), Jucilei (Corinthians), Lucas (Liverpool), Hernanes (São Paulo), Sandro (Internacional), Ganso (Santos), Éderson (Lyon) e Carlos Eduardo (Hoffenheim).

Atacantes
Neymar (Santos), André (Santos), Robinho (Santos), Pato (Milan) e Diego Tardelli (Galo).

Seleção Brasileirão 09

Com atraso, mas ainda em tempo, aí vai minha seleção do campeonato brasileiro de 2009. Os jogadores aparecem nas posições onde jogaram a maior parte do campeonato, exceção feita à lateral direita.

Em virtude da falta de bons nomes para esta posição, na lateral direita do 1º time aparece o volante Willians do Flamengo que em boa parte do campeonato atuou fazendo o lado direito do meio de campo rubro negro. Então foi só recuá-lo um pouquinho pra fazer a lateral, função na qual ele já havia jogado no Santo André.

Sem mais delongas, aí vai a minha seleção do Brasileirão 09, 1º e 2º times.

1º Time (4-1-3-2)
2º Time (4-1-3-2)

Imagem do Estrelão: Submarino

Conta gotas 5

Deja Vu

conta gotas opio laudanoNo Brasileirão de 2008 o Grêmio de Celso Roth ia de vento em popa até enfrentar em casa o Goiás de Hélio dos Anjos. A derrota para o esmeraldino foi uma espécie de divisor de águas que fez o tricolor gaúcho terminar com o vice campeonato, atrás do São Paulo de Muricy Ramalho. Ontem no Mineirão a primeira parte da história foi a mesma. Galo líder, estádio lotado. E mais uma vez vitória do Goiás do contestado Hélio dos Anjos. Resta ver se o alvinegro mineiro se recupera da derrota e consegue se manter a frente do Palmeiras de Muricy Ramalho.

Centenário desesperado

conta gotas opio laudanoSport e Náutico completaram 100 anos de clássico com um jogo eletrizante. 3 X 3 na Ilha do Retiro pra celebrar o centenário e preocupar torcedores do Leão e do Timbu. Apesar de ter sido um jogaço, o resultado foi ruim pras duas equipes que seguem na zona do rebaixamento. E pelos possíveis reforços, só veteranos, a coisa deve continuar complicada para os times de Recife. O Náutico flerta com Ramón Menezes que no último brasileirão jogou pelo Vitória. Já o Sport pretende anunciar nos próximos dias o centroavante Marcelo Ramos que está no Ipatinga.

Obina, Obina, Obina

conta gotas opio laudanoDe uma lado Ronaldo Fenômeno que dispensa comentários. Do outro Diego Souza em exuberante fase. Mas quem foi a Presidente Prudente assistir Corinthians X Palmeiras viu um verdadeiro show de Obina. O baiano fez 3 gols e decidiu o clássico paulista a favor do Verdão. Muricy, das tribunas, viu e gostou. E deve ter pensado que se Obina não é melhor que Eto’o, pelo menos pode ser muito útil ao Palmeiras.

Tsunami

conta gotas opio laudanoO Avaí não tomou conhecimento do Atlético Paranaense, em plena Arena da Baixada meteu 3 X 1 e segue firme em sua recuperação no campeonato. 4 rodadas atrás o time dirigido por Silas era o lanterna com apenas 7 pontos e todos decretavam que não teria jeito, rebaixamento na certa. Eis que o Avaí venceu as últimas 4 partidas, 3 delas fora de casa, e já é o décimo colocado na tabela com 19 pontos.

Futebol é só negócio?

conta gotas opio laudanoO vice presidente do Corinthians, Mário Gobbi, afirmou sistematicamente em entrevista coletiva no meio da semana que futebol é pura e simplesmente um negócio. As afirmações foram uma forma de justificar o desmanche que vem sofrendo o Timão. Só nesta semana André Santos, Cristian e Douglas já deixaram o clube do Parque São Jorge. Além de hipócrita, as declarações do Gobbi são burras e contraditórias. Se o futebol é só um negócio, como explicar a Fiel?

Rugidos e Cocoricós

leao galoLeão será o novo treinador do Galo. A apresentação acontecerá nesta terça, às 15 da tarde.

A coletiva do treinador será transmitida ao vivo na internet pelo Portal Uai.

É a 3ª vez que Leão dirige o Galo.

A primeira foi em 97 e rendeu ao alvinegro mineiro os títulos da Copa Conmebol e a Copa Centenário de Belo Horizonte.

A segunda foi em 2007, o técnico chegou, o Galo se livrou do rebaixamento e de quebra se classificou para a sul americana deste ano.

Ao todo Leão dirigiu o Galo 69 vezes. Foram 33 vitórias, 17 empates e 19 derrotas.

Dia da Memória

Hoje é o Dia da Memória!

Por isso os lances de Galo X Flamengo, na semifinal do Brasileirão de 87.

Foi minha estréia no Mineirão.

É impressionante como somos traídos por nossa memória afetiva.

Sempre jurei que os 3 gols do Flamengo neste jogo haviam sido feitos por Renato Gaúcho.

Que nada, Zico e Bebeto também marcaram. Renato só fez o último.

Mas acho que o trauma da estréia com derrota exigia um algoz, um vilão épico.

E minhas lembranças infantis concentraram as dores deste jogo em um único carrasco, Renato.

Tinha que ser…

Alexandre beija a foto do pai, Elias Kalil, ex presidente do Galo

Alexandre beija a foto do pai, Elias Kalil, ex presidente do Galo

Alexandre Kalil é o novo presidente do Galo.

E assim tinha que ser.

Kalil recebeu 271 votos contra 130 de Sérgio Bias Fortes e apenas 1 de Itamar Vasconcellos.

Alexandre Kalil assumiu logo após a apuração dos votos. Sua primeira medida foi baixar o preço dos ingressos para o jogo de 16 de novembro contra o Vasco.

Em qualquer setor do Mineirão o torcedor atleticano vai pagar 5 reais. O novo presidente quer a massa junto ao time.

Já era hora de Alexandre Kalil assumir o Galo. Já vinha sendo ensaiado. Além de ser um nome quase unânime entre Torcida e Conselho Deliberativo.

Hoje chegou o dia.

O desafio é enorme.

Resgatar os tempos de glórias, sanear o clube, reconquistar a torcida.

E tudo isso com as contas no vermelho.

Sorte Kalil!