Pior que a Nova Zelândia

Cannavaro se despede da Copa com mais uma atuação pífia e chora nos corredores do Ellis Park

Não é piada, a Itália terminou a Copa do Mundo de 2010 atrás da Nova Zelândia.

Com a derrota para a Eslováquia por 3 X 2, a a Squadra Azzurra fechou sua participação nos gramados sulafricanos sem ganhar de ninguém, marcou só dois pontinhos e acabou na última posição do Grupo F.

Vexame ainda maior se pensarmos que a Itália é a atual campeã do mundo. É apenas a quarta vez que isto acontece, uma seleção campeã do mundo desclassificada na primeira fase da Copa sequinte. A primeira vez que isso ocorreu foi com a mesma Itália em 1950, a segunda com o Brasil em 1966 e a terceira com a França em 2002.

Eu gosto muito do Lippi, mas ele errou muito em sua convocação. Os temperamentais Cassano e Balotelli jamais poderiam ter ficado de fora do elenco que foi ao Mundial, assim como o craque Totti que se colocou à disposição da Azzurra, mas foi ignorado pelo técnico.

Não convocados à parte, Lippi também errou muito durante a Copa. Não dá pra explicar como Di Natali e Fabio Quagliarella podem ter menos espaço no time que os inoperantes Vicenzo Iaquinta, Gilardino e Somone Pepe.

Entre todos os erros e fragilidades da seleção italiana, nada ficou mais evidente que o fim de carreira de Fabio Cannavaro. O capitão da conquista de 2006 fez uma Copa pífia na África do Sul. Sem tempo de bola e sempre mal posicionado, Cannavaro falhou bisonhamente nos 3 jogos e esteve diretamente envolvido em pelo menos 4 dos cinco gols sofridos pela Itália no Mundial. Uma despedida melancólica para aquele que foi eleito Melhor Jogador da Copa há quatro anos.

Sem mercado na Europa, Cannavaro – aos 36 anos – se manda para o Emirados Árabes Unidos, onde defenderá a equipe do Al-Ahli.

Imagem: Fifa

Vieri pode jogar Paulistinha 2010

bobo_vierri_azzurra

Quando ouvi a notícia confesso que cheguei a questionar minha sobriedade, seria mais um flashback lisérgico???

Não, não haviam drogas nem delírios, pelo menos não de minha parte.

Embora ainda não seja certo, a história existe mesmo e foi confirmada no Bate Bola da ESPN Brasil pelo presidente do Botafogo de Ribeirão Preto, Luiz Antônio Pereira.

O aposentado Christian Vieri il Bobo –  pode mesmo jogar o campeonato paulista do ano que vem… e pelo Botafogo de Ribeirão Preto!

De acordo com o sítio oficial do Botinha, as negociações se desenvolvem há cerca de 60 dias e o jogador italiano já teria até assinado um pré contrato com a Pantera da Mogiana.

Eu nunca fui fã do Vieri, sempre o achei um jogador de força e nada mais. Sem falar no uso excessivo dos cotovelos, algo que realmente abomino. Mas mesmo assim reconheço seus dotes de goleador.

Ao longo de sua carreira em clubes, o Bobo Vieri balançou as redes 185 vezes em 330 partidas e pela Azzurra foram 23 gols em 49 jogos, sendo 9 destes tentos em Copas do Mundo (5 em 1998 e 4 em 2002 – 9 gols em 9 partidas de Copa não é pra qualquer um). Números indiscutivelmente muito bons!

Mas desde a temporada 2002/2003, quando jogando na Inter de Milão marcou 24 gols em 23 partidas pela liga italiana, ele não consegue convencer.

2003/2004 – Inter de Milão – 13 gols em 22 jogos
2004/2005 – Inter de Milão – 13 gols em 27 jogos
2005/2006 – Milan – 1 gol em 8 jogos
2005/2006 – Mônaco – 3 gols em 7 jogos
2006/2007 – Atalanta – 2 gols em 7 jogos
2007/2008 – Fiorentina – 6 gols em 26 jogos
2008/2009 – Atalanta – 2 gols em 9 jogos

A minha dúvida quanto ao Vieri é a mesma que eu tinha em relação ao Ronaldo – logicamente sem comparações, as proporções são as mesmas, Ronaldo está para Vieri assim como o Corinthians está para o Botafogo de Ribeirão Preto.

Se ele jogar, se as contusões não atrapalharem, seguramente Vieri será muito útil ao Botinha. Tanto dentro de campo – afinal, estes times pequenos do interior sempre têm sua cota de velhinhos e o Bobo, com 36 anos, já mostrou que sabe fazer gols – como fora dele, pois ninguém pode dizer que a suposta contratação não é uma grande jogada de marketing.

E te digo mais, se ele fizer uns golzinhos no Paulista não duvido nada que após o regional apareça na série A do Brasileirão.

Abaixo, aquele que – para mim – é o melhor gol da carreira de Christian Vieri. No Vicente Calderón, jogando pelo Atlético de Madrid contra o Paok da Grécia, pela Copa da Uefa 1997/1998. Vale a pena conferir!

Imagem: Bobo Vieri mister 90 miliardi
Canal do Youtube: takischris