Peso e História – A camisa do Flamengo

Há cerca de um mês, recebi um presente do pessoal da Olympikus.

Uma caixa preta pesadíssima, de aproximadamente uns dois quilos.

Ao abrir, a seguinte mensagem:

Você está sentindo o que os adversários vão sentir em breve:
O Peso da Nova Camisa do Hexacampeão Brasileiro.

Dentro da caixa, uma belíssima camisa do Fla, número 10 e com meu nome! Por dentro da bela caixa preta, em um fundo falso, um saco de areia, responsável pelo dito peso. Muito bem amarrada a ação, muito bacana mesmo.

Ontem recebi mais um presente da Olympikus. A nova camisa 3 do Flamengo! Azul e ouro como nos primórdios da equipe de remo, quando ainda nem havia futebol no clube.

Linda, linda, linda! Não só a camisa, mas todo o entorno da ação. O regalo chegou em uma bela caixa estilo festa. Dentro, um convite com aqueles lacres antigos de cera derretida e uma réplica da carta de fundação do clube.

Tudo muito bem feito, com muito zelo.

A camisa rubro negra não posso sortear pra vocês porque, afinal, tem o meu nome nela né? E a azul e ouro também não porque, apesar de não ser flamenguista, curti tanto a camisa que já até usei!

Mas não fique triste não, no perfil do twitter da Olympikus Fla sempre tem promoções. É só segui-los, esperar pela próxima e torcer pra você ser o felizardo!

Imagens: Bloco 2
Anúncios

Solução para uma regra idiota

burger_king-getafe

Sem sombra de dúvida a regra (ou determinação da Fifa) mais estúpida do futebol é esta de dar cartão amarelo pro jogador que levanta a camisa durante a celebração de um gol.

A punição às comemorações surgiu da demanda de patrocinadores que viam suas marcas – estampadas nas camisas por montanhas de dinheiro – desaparecerem justo no ápice das emoções, no momento mágico do jogo, o gol.

Os velhinhos da Fifa = sem muita imaginação e criatividade para acabar com o problema – logo cederam às pressões das grandes marcas e instituíram a punição. Primeiro pra quem tirasse a camisa e, posteriormente, até praqueles que simplesmente levantassem seu fardamento no grande momento do futebol.

Punir é a forma mais fácil de coibir, mas não é a única. E geralmente nem a mais eficiente ou justa.

getafe-burger_king-frenteEis que o Burger King encontrou uma solução muito mais inteligente e divertida para os demais anunciantes do mundo da bola.

A nova camisa do Getafe tem estampada em seu lado avesso a cara do King – personagem da cadeia transnacional de lanches rápidos.

E o melhor de tudo, acaba com a imbecilidade de punir o jogador pela alegria de um gol.

Ótima idéia do Burger King que vale a pena ser conferida, adaptada e, em alguns casos, até copiada. O clima de bom humor da ação é tão grande que a camisa oficial do azulão espanhol vem até com manual de instruções.

getafe-burger_king-manual_de_instruções-azulão

Agora só falta a dona Fifa rever seus conceitos.

Imagens: Jogo de Negócios