Covardia é pouco

Covardia é pouco pra definir a atuação da polícia baiana na partida Madre de Deus X Fluminense de Feira de Santana.

A matéria da Grobo fala que o torcedor que rola pelos degraus da arquibancada foi agredido… mas falemos sério, aquilo não é agressão, aquilo é espancamento. E dos profissionais.

E sem falar no sujeitinho de bermuda e camisa preta, de arma em punho. Em nenhum momento os policiais demonstraram interesse em desarmá-lo. Pela valentia e covardia, na certa que era mais um deles, só que à paisana.

No fim da matéria a repórter diz que a polícia abrirá uma investigação para apurar se houve excessos. Sério que precisa averiguar mais?

Como dizia o mestre Bezerra, você com um revólver na mão é um bicho feroz, é sim… sem ele anda rebolando até mudar de voz.