Perdeu a chance…

Ramires substituiu Felipe Melo na partida contra o Chile, válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

E o volante do Benfica entrou bem demais na partida! Desarmou, protegeu a zaga, cobriu a lateral esquerda com perfeição, foi pro jogo, agregou muita qualidade à saída de bola brasileira e ainda, de quebra, em uma jogada maravilhosa e de muita personalidade deu a assistência para o gol de Robinho, tento que sacramentou a vitória por 3 X 0.

Ramires fez um jogo pra virar titular da Seleção. E acredito que viraria, caso não tivesse cometido o deslize de fazer uma falta dura e boba em cima de Alexis Sanches no meio de campo.

A infração rendeu a Ramires um cartão, o segundo amarelo que tira o volante do confronto contra o Holanda pelas quartas de final.

Uma pena, acho que Ramires perdeu a chance de virar titular no time do Dunga.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Saiba mais sobre Perdeu a chance…, postado via vodpod

E agora é preocupação para os torcedores da Seleção Canarinho que pode ter Felipe Melo novamente entre os 11 titulares, isto caso ele se recupere da lesão sofrida no jogo contra Portugal.

Vídeo: Globo

Os acertos do Dunga

O Brasil passou com facilidade pelo Chile nas oitavas de final da Copa do Mundo da África do Sul, 3 X 0, gols de Juan, Luis Fabiano e Robinho, o último após belíssima jogada de Ramires.

A entrada do jogador do Benfica no time é um dos acertos do técnico da Seleção Brasileira na partida contra os chilenos. Depois de colocar Josué no lugar de Felipe Melo no jogo contra Portugal, Dunga optou por Ramires no confronto de ontem. E não poderia ter tomado decisão mais acertada.

Embora o técnico anão já tenha declarado diversas vezes que pra ele Ramires é meia, o ex jogador do Cruzeiro entrou no time como segundo volanteposição que há muito tempo defendo que é onde ele rende mais – e tomou conta do meio de campo da seleção.

Com Ramires, o time ficou mais leve, ganhou em mobilidade e velocidade,  melhorou a saída de bola – defeito crônico desta seleção – e ficou bem mais agressivo. Até Gilberto Silva, companheiro na proteção à zaga, subiu de produção ao lado do volante do Benfica, acertando mais passes e até arriscando eventuais subidas ao ataque.

Pra mim, Ramires foi o melhor jogador da partida e Dunga merece o elogio por sua escalação.

Outro mérito do técnico anão foi colocar Gilberto na lateral esquerda e empurrar Michel Bastos para o meio. A substituição poderia ter sido feita da forma mais simples – colocando o jogador do Cruzeiro no meio, onde geralmente atua, e mantendo o atleta do Lyon na lateral esquerda – mas Dunga teve a sensibilidade fazer o contrário e assim testar Gilberto na lateral e dar poucos minutos para Michel Bastos atuar onde está mais acostumado.

Dois acertos incontestáveis do já não tão contestado Dunga.

Imagem: Fifa

Análises e Palipites das Oitavas de Final – III

Holanda e Eslováquia fazem um dos três confrontos europeus destas oitavas de final. E talvez seja o embate mais desequilibrado entre os times do velho continente.

A Holanda veio com um futebol diferente do que estamos acostumados. Nada de magia e futebol ofensivo, pragmatismo é a palavra da moda para o técnico Bert Van Marwijck. Embora a seleção laranja tenha dois dos melhores jogadores da atualidade – Sneijder e Robben – eles não querem saber de jogar bonito como manda a tradição do futebol holandês, eles querem é ganhar e acabar com a pecha de nadar, nadar e morrer na praia. Se a bola jogada na primeira fase não causou nenhum rebuliço, a segurança com que a Holanda venceu seus jogos me impressionou. É um time pra ficar de olho.

A Eslováquia já fez mais do que se esperava dela. Conseguiu a classificação em um grupo com Itália e Paraguai – onde era considerada a terceira força – e mais, ainda venceu e mandou pra casa a poderosa Squadra Azzurra, atual campeã do mundo. Hamsik, que vinha apagado, já fez uma boa partida contra os italianos e é a grande esperança eslovaca ao lado do artilheiro Róbert Vittek.

Historicamente a Holanda é conhecida por jogar bonito e não ganhar nada, com exceção feita à Eurocopa de 1988. Esta geração quer mudar este rótulo e tem condições técnicas para isto. Ou alguém duvida que um time com Robben, Sneijder e Van Persie pode ser campeão mundial? Pra mim, a Eslováquia encerra sua participação na África do Sul nesta segunda feira.

Meu Palpite: 1 X 0 Holanda.

Brasil e Chile repetem o confronto das oitavas de final da Copa de 1998. Naquela ocasião, Brasil 4 X 1 com dois gols de César Sampaio e dois gols de Ronaldo. Marcelo Salas marcou para os chilenos. Voltando à África do Sul, não haveria melhor adversário para o time de Dunga. O Chile é um time leve, que gosta de jogar e é dirigido por um técnico utópico demais para montar um ferrolho. Bielsa gosta do jogo. E a Seleção do Dunga gosta de adversários assim.

O Brasil passou sem sustos pela primeira fase da Copa. Sem sustos e sem a menor graça. O time de Dunga foi nos 3 jogos aquilo que foi nos últimos 3 anos; forte, vencedor e sem sal. Felipe Melo não deve jogar, o que no final das contas é uma ótima notícia pra quem torce pro Brasil. Josué deve ser seu substituto, tornando o pesado meio de campo brasileiro um pouco mais leve.

Eu gostei do Chile na primeira fase da Copa. Um time bem leve, rápido, que toca muito bem a bola, mas que peca demais nas finalizações das jogadas. A equipe de Marcelo Bielsa terá 3 desfalques no já não tão confiável setor defensivo. O volante Estrada, expulso no jogo contra a Espanha e os zagueiros Ponce e Medel que tomaram o segundo amarelo na mesma partida. O que já era difícil ficou ainda pior.

Confrontando os estilos dos dois times, acho muito improvável que o Chile apronte para cima do Brasil. Acredito que este seja o jogo mais tranquilo para os comandados de Dunga na África do Sul. O Chile é um velho freguês que, agora, tem um time interessante. Mas ainda não é capaz de eliminar o Brasil em um mata mata de Copa.

Meu Palpite: Brasil 4 X 2.

Imagens: NowPublic, Wikimedia Commons, Café com Ciência e Travel Pod.
Efeitos: Picnik

A Copa opiácea

Com o sorteio dos grupos para a Copa do Mundo da África do Sul já pipocaram previsões e simulações sobre o mundial na imprensa.

Pra não ficar de fora, aí vai a Copa do Ópio.

Grupo A

África do Sul 1 X 1 México
Uruguai 0 X 0 França
África do Sul 2 X 2 Uruguai
México 0 X 1 França
África do Sul 1 X 3 França
México 2 X 2 Uruguai

Classificação: 1º) França 7 – 2º) Uruguai 3 – 3º) México 2 – 4º) África do Sul 2

Grupo B

Argentina 1 X 2 Nigéria
Coréia do Sul 1 X 2 Grécia
Argentina 3 X 1 Coréia do Sul
Nigéria 0 X 0 Grécia
Argentina 0 X 0 Grécia
Coréia do Sul 1 X 3 Nigéria

Classificação: 1º) Nigéria 7 – 2º) Grécia 5 – 3º) Argentina 4 – 4º) Coréia do Sul 0

Grupo C

Inglaterra 3 X 0 Estados Unidos
Argélia 0 X 1 Eslovênia
Inglaterra 2 X 0 Argélia
Estados Unidos 3 X 2 Eslovênia
Inglaterra 1 X 0 Eslovênia
Estados Unidos 2 X 1 Argélia

Classificação: 1º) Inglaterra 9 – 2º) Estados Unidos 6 – 3º) Eslovênia 3 – 4º) Argélia 0

Grupo D

Alemanha 3 X 1 Austrália
Sérvia 2 X 4 Gana
Alemanha 1 X 1 Sérvia
Gana 2 X 1 Austrália
Gana 2 X 2 Alemanha
Sérvia 4 X 1 Austrália

Classificação: 1º) Gana 7 – 2º) Alemanha 5 – 3º) Sérvia 4 – 4º) Austrália 0

Grupo E

Holanda 2 X 3 Dinamarca
Japão 0 X 2 Camarões
Holanda 4 X 1 Japão
Camarões 1 X 3 Dinamarca
Dinamarca 2 X 1 Japão
Camarões 1 X 3 Holanda

Classificação: 1º) Dinamarca 9 – 2º) Holanda 6 – 3º) Camarões 3 – 4º) Japão 0

Grupo F

Itália 0 X 0 Paraguai
Nova Zelândia 0 X 4 Eslováquia
Eslováquia 1 X 1 Paraguai
Itália 5 X 0 Nova Zelândia
Eslováquia 1 X 1 Itália
Paraguai 3 X 0 Nova Zelândia

Classificação: 1º) Itália 5 – 2º) Eslováquia 4 – 3º) Paraguai 5 – 4º) Nova Zelândia 0

Grupo G

Brasil 3 X 0 Coréia do Norte
Costa do Marfim 2 X 1 Portugal
Brasil 2 X 1 Costa do Marfim
Portugal 1 X 1 Coréia do Norte
Costa do Marfim 4 X 2 Coréia do Norte
Brasil 0 X 0 Portugal

Classificação: 1º) Brasil 7 – 2º) Costa do Marfim 6 – 3º) Portugal 2 – 4º) Coréia do Norte 1

Grupo H

Honduras 1 X 3 Chile
Espanha 1 X 0 Suiça
Chile 1 X 2 Suiça
Espanha 6 X  1 Honduras
Chile 1 x 3 Espanha
Suiça 2 X 0 Honduras

Classificação: 1º) Espanha 9 – 2º) Suiça 6 – 3º) Chile 3 – 4º) Honduras 0

Oitavas de Final

França 0 X 0 Grécia – Prorrogação 0 X 0  – França passa nos pênaltis
Inglaterra 2 X 1 Alemanha
Dinamarca 2 X 2 Eslováquia – Prorrogação dá Dinamarca 1 X 0
Brasil 2 X 0 Suiça
Nigéria 3 X 1 Uruguai
Gana 2 X 0 Estados Unidos
Itália 2 X 0 Holanda
Espanha 3 X 2 Costa do Marfim

Quartas de Final

França 0 X 0 Inglaterra – Prorrogação Inglaterra 2 X 1
Dinamarca 2 X 4 Brasil
Nigéria 2 X 2 Gana – Prorrogação 0 X 0 – Gana passa nos pênaltis
Itália 1 X 3 Espanha

Semifinais

Inglaterra 1 X 0 Brasil
Gana 2 X 4 Espanha

Disputa de 3º Lugar

Brasil 5 X 3 Gana

Final

Inglaterra 2 X 0 Espanha

Imagens: FifaBlog do Edu Lima

Grupos da Copa 2010

Imagem original: Papéis de Parede
Efeito: Picnik

Com cheiro de punição

A Fifa é conhecida e reconhecida por sua falta de critérios e na escolha dos cabeças de chave para a Copa do Mundo da África do Sul não foi diferente. Para a surpresa de todos, a França – atual vice campeã e vencedora do Mundial de 98 – não entrou como cabeça de chave.

Não pela bola, já que os franceses vêm jogando um futebolzinho sofrível, digno de 4º pote. Mas pela tradição e pelos critérios utilizados até a Copa da Alemanha, era de se esperar que os Bleus estivessem entre os 8 times que encabeçam as chaves na África do Sul.

Até 2006 o critério era a participação nos últimos mundiais somado ao polêmico e contestado Ranking de Seleções da Fifa. Mas para a África do Sul a entidade máxima do futebol resolveu inovar… ou seria inventar? Decidiu ignorar a tradição mundialista e a participação nas últimas Copas, levando em conta única e somente seu controverso ranking.

E o pior, levou em consideração o Ranking de Outubro quando o Ranking atual já foi publicado pela entidade, o que – pelo menos pra mim – denota uma clara intenção de puxar a orelha dos franceses pela mão boba de Henry. Com o novo critério adotado a França 7ª colocada no ranking atual e 9ª no de outubroperdeu a condição de cabeça de chave. Outro país que se deu mal nessa foi Portugal. No atual ranking os lusos aparecem em 5º lugar, mas no de outubro – que foi o que valeu para a formação dos potes – os portugueses apareciam em 10º lugar.

Quem se deu bem com essa história foi a Argentina do melhor jogador do Mundo eleito pela tradicional revista France Football, Lionel Messi, do Barcelona. Em outubro a alviceleste era a 6ª colocada do ranking e na atualização de novembro aparece em 8º, o que deixaria os hermanos fora dos cabeças de chave já que o grupo A é reservado ao país sede.

Chamar a atitude da Fifa de novo critério é até brincadeira… tá com cara, cheiro e jeito de punição à mão boba de Thierry Henry na repescagem contra a Irlanda. E com Portugal e França no pote 4 ficou mais fácil que exista um afamado grupo da morte na África do Sul.

Abaixo, veja como ficou a distribuição dos 4 potes para o sorteio dos grupos que acontece nesta sexta, na belíssima Cidade do Cabo.

Pote 1 (Cabeças de Chave)

África do Sul – Alemanha – Argentina – Brasil – Espanha – Inglaterra – Holanda – Itália.

Pote 2 (Ásia, Concacaf  e Oceania)

Austrália – Coréia do Norte – Coréia do Sul – Estados Unidos – Honduras – Japão – México – Nova Zelândia.

Pote 3 (África e América do Sul)

Argélia – Camarões – Chile – Costa do Marfim – Gana – Nigéria – Paraguai – Uruguai.

Pote 4 (Europa)

Dinamarca – Eslováquia – Eslovênia – França – Grécia – Portugal – Sérvia – Suiça.

Imagem: The Mistery Spot

Já temos os 32

Ontem foram definidas as últimas vagas para a Copa do Mundo da África do Sul, em 2010.

19 seleções que estiveram na Alemanha em 2006 participarão novamente do Mundial.

Embora muitos digam que não teremos estreantes e outros ainda afirmem que há apenas 1, no meu ponto de vista 2 países estrearão em mundiais, a Sérvia e a Eslováquia.

Não imputo ao eslovacos as participações da antiga Tchecoslováquia, assim como não considero que a Sérvia herde a participação da Sérvia e Montenegro na Alemanha em 2006, mesmo que aquele grupo possuísse apenas um jogador montenegrino.

Abaixo a lista dos 32 países que jogarão na África do Sul e, assim que eu tiver tempo, prometo publicar o 1º Ranking de Forças do Mundial 2010 do Ópio do Povo.

África
África do Sul (país-sede)
Costa do Marfim
Gana
Camarões
Nigéria
Argélia

Ásia
Austrália (embora pertença à Oceania, o país dos cangurus disputou as eliminatórias pela confederação asiática)
Japão
Coréia do Sul
Coréia do Norte

Caribe, Américas do Norte e Central
Estados Unidos
México
Honduras

América do Sul
Brasil
Paraguai
Chile
Argentina
Uruguai

Europa
Dinamarca
Suíça
Eslováquia
Alemanha
Espanha
Inglaterra
Sérvia
Itália
Holanda
Eslovênia
Portugal
Grécia
França

Oceania
Nova Zelândia

Imagem: QueBarato!