O mais novo queridinho

Nem os merengues Kaká e Cristiano Ronaldo, nem o hollywoodiano David Beckham, o garoto propaganda mais requisitado do mundo do futebol atualmente é Lionel Messi.

O vídeo acima, uma peça para o Sportscenter latinoamericano da ESPN, é o último com o craque do Barça.

O argentino está longe de ser um galã; baixinho, magrelo e com cara de pulga, como sugere seu apelido. Mas Messi tem carisma, talvez sua forma diminuta e quase esquálida faça com que nós, meros mortais, pensemos que fazer o que ele faz com a bola nos pés seja fácil, seja possível.

Mas não é. Messi é uma exceção. Joga como um Deus, uma autêntica divindade da bola.

Messi é muito mais que um jogador. É melodia de Piazzolla com prosa de Cortázar.

Abaixo o antológico gol contra o Getafe com a histórica narração do uruguaio Víctor Hugo Morales do gol mais bonito da história das Copas, aquele assinado por Maradona contra os ingleses no Mundial do México 86. Se não me engano o primeiro confronto entre Argentina e Inglaterra após a Guerra das Malvinas.

Curte futebol e redes sociais? Então conheça a Sociedade Futeboleira do Brasil!

Anúncios

Ronaldo e sua mudança de hábito

Nem vou comentar o vídeo, até porque ainda estou rachando e não consigo escrever muito.

Mas só pra constar, a dica é do Dudu Monsanto da Espn Brasil

A adaptação e a arte ficam por conta do Carlos Fernandes que mantém o canal Showpage no Youtube.

Créditos dados, é hora de rir!

Velhinho Bonachão?

sir alex ferguson Alex Ferguson, treinador do Manchester United, parece um tranquilo velhinho do interior da Escócia.

Daqueles vôs corujas que mimam a gente até falar chega e cuidam do jardim.

Mas as aparências enganam.

Por trás da fisionomia de senhor bonachão Ferguson guarda um temperamento impulsivo e, em alguns casos, até violento.

Quem não se lembra quando ele atirou uma chuteira na cabeça do astro David Beckham?

Na semana passada trouxe à tona velhos fantasmas espanhóis chamando o Real Madrid de Clube de Franco. Afirmação que, aliás, eu concordo.

Esta semana a ira do escocês está focada no Canal de Televisão Sky TV, detentora dos direitos de transmissão da Premier League.

A Sky Tv, que paga anualmente 1 milhão e 600 mil Euros à Liga Inglesa, está proibida de cobrir os treinamentos e as coletivas do Manchester.

Tudo porque dois de seus comentaristas, os ex jogadores Paul Merson e Phil Thompson, criticaram Wayne Rooney, atual xodó do treinador e da torcida dos Diabos Vermelhos

Parece que Ferguson aprendeu bem sobre Franco.