Gol de parafuso

Quem acompanha futebol se lembra da contusão do Eduardo da Silva contra o Birmigham.

Quem não se lembra pode ver uma foto aqui, ou se tiver estômago um vídeo aqui.

Eduardo da Silva é um daqueles caras que é impossível se torcer contra.

Foi descoberto no Campeonato de Favelas do Rio de Janeiro e foi direto pra Croácia.

Com o sucesso no Dínamo de Zagreb e na seleção da camisa quadriculada, Eduardo foi parar no Arsenal.

A entrada de Taylor fez com que perdesse a Eurocopa do ano passado, mas por sorte não perdeu a perna. O que, segundo a equipe médica  do time londrino, poderia ter acontecido se o atendimento tivesse demorado um pouco mais, coisa de minutos.

Eduardo da Silva se recuperou 3 meses antes do tempo previsto e já volta a dar mostras do seu talento.

Neste fim de semana, pela FA Cup, meteu um golaço…  com a mesma perna operada, com o mesmo tornozelo remendado por parafusos de titânio

De chaleira, com muito estilo… Do jeito que eu gosto. Aliás, na pelada da última terça, que marcou minha volta aos gramados depois de 1 ano de completa inatividade e sedentarismo, tentei fazer um igualzinho, mas o holofote da quadra me impediu de enxergar a bola e acabei furando feio. Azar de craque?

Desfrutem o gol de Eduardo da Silva, golaço de parafuso!

Anúncios

Presente de Natal

 

Eduardo pode voltar a jogar em Birmigham, a mesma cidade onde se machucou...

Eduardo pode voltar a jogar em Birmigham, a mesma cidade onde se machucou...

 

 

A equipe médica do Arsenal já marcou data para a volta de Eduardo da Silva.

Se o atacante seguir respondendo positivamente aos trabalhos de recuperação deve voltar aos gramados na tradicional rodada do Boxing Day, no dia 26 de dezembro.

Seria um verdadeiro presente de natal para o croata-brasileiro que corria o risco de não voltar a jogar. Nunca mais.

Em fevereiro Eduardo da Silva sofreu uma seríssima contusão.

Em uma entrada do zagueiro Martin Taylor, do Birmigham City, o atacante fraturou a tíbia, a fíbula, dilacerou os ligamentos do tornozelo e parte da musculatura da região.

Segundo a equipe médica do Arsenal, Eduardo da Silva chegou a correr o risco até de ter o pé amputado.

A coincidência é que se o retorno se confirmar para o Boxing Day, o jogador volta aos gramados na mesma cidade onde se lesionou.

É que na rodada pós natal o Arsenal joga contra o Aston Villa, rival local do Birmigham City.

Que Eduardo tenha sorte em seu retorno!