Eu me assumo

junkieO incomparável Fiódor Dostoievski dizia que a história de um homem é a história de seus vícios. Quem me conhece sabe o quanto sou propenso ao vícios, diariamente fumo pelo menos 2 maços de cigarro, tomo 2 litros de café. Sou um contundente comedor de açucar – principalmente na forma de chocolate ou sorvete -, sem falar em tantos outros vícios, alguns lícitos ouros nem tanto, que cultivei e sigo a cultivar ao longo dos anos.

Neste fim de semana pude me deparar, ou pelo menos reconhecer mais um destes vícios.

Sempre gostei muito de futebol, embora não carregue comigo o fanatismo clubístico. Já fui fanático, é verdade, mas em outros tempos. O passar das primaveras e dos carnavais trouxeram pra mim um gosto pelo esporte bretão em seu sentido mais amplo, afastado do amor ao clube e levando o coração a acercar-se da bola propriamente dita.

Mas neste fim de semana não tive mais como fugir. Na manhã fria de domingo assisti, na íntegra, a partida África do Sul X Iraque pela Copa das Confederações. Minha desculpa interna era que queria ver o time do seu Natalino. Simplesmente horrível, não há outra palavra pra definir a partida. Quase tão ruim como aquele fatídico Brasil 0 X 0 Bolívia no Engenhão, pela eliminatórias pra Copa de 2010.

Depois de ver os mais de 90 minutos de África do Sul 0 X 0 Iraque – placar mais que lógico e justo pela bola jogada – não tive outra opção se não encarar de frente, me assumir.

Sou, inveteradamente, viciado em futebol

africa_do_sul_0_X_0_iraque_sofre-bola

Imagens: Twoday e Fifa
Anúncios

Timinho!

carlos alberto brujita veron

Evito este tipo de comentário, mas hoje grito com todas as letras: TIMINHO!!!!

É o que o Botafogo demonstrou ser na partida de ontem contra o Estudiantes de La Plata.

Um timinho, um timeco.

O alvinegro carioca simplesmente se esqueceu da bola… foi só porrada!

Um time medíocre metido a valente. Nem isso é. Foi covarde, isso sim.

Abusou das cotoveladas, carrinhos e faltas por trás… intimidação verbal…

Sem falar no destempero do zagueiro André Luís… de novo… Possesso… Descontrolado…

La Brujita Verón foi quem mais sofreu com as pancadas.

O jogo só não terminou antes do tempo porque o juiz com nome de melancia era mesmo um banana.

O Botafogo não ganha nada. E não sabe perder.

Triste, um clube sem função. Vive das glórias do passado. Virou chacota.

Se aplicasse metade da energia que gasta para reclamar e dar porrada, tenho certeza, não perdia pra ninguém.

Como dizem nossos hermanos, QUE PAPELÓN!

No paulistão de 86 Dimas, do XV de Jaú, expulsa o árbitro Carlos Nascimento

No paulistão de 86 Dimas, do XV de Jaú, expulsa o árbitro Antônio Carlos Gomes do Nascimento

Engenhão Não!!!

R$ 380 Milhões Pra Que???

R$ 380 Milhões Pra Que???

A CBF disse não ao Engenhão.

E o que é pior, não só vetou, mas definiu um novo estádio para o Botafogo receber o Flamengo.

Maracanã.

O Engenhão é um dos estádios mais modernos do Brasil, mas não serve pra Botafogo e Flamengo. Não tem segurança. É o que diz a a Dona Polícia e acata a Senhora CBF.

Não tem segurança pra este jogo, mas pra Botafogo X Vasco tem, pra Botafogo X Fluminense tem. Até pra jogo da Seleção pelas Eliminatórias tem. Mas pra Botafogo X Flamengo não.

Seria cômico se não fosse trágico.

O Engenhão foi construído com dinheiro público. E muito dinheiro. Algo próximo dos 380 Milhões de Reais. Bem mais que os 60 milhões orçados antes da execução.

E mesmo com essa derrama de dinheiro, meu, seu, nosso, as autoridades não conseguiram fazer um estádio seguro capaz de abrigar um grande jogo com duas grandes torcidas. Absurdo e revoltante.

A CBF afirmou que os flamenguistas terão direito a apenas 20% dos ingressos no Maracanã. Mais ou menos 17 mil lugares.

Mas já há quem diga que o Botafogo, que não quer mais nada com o campeonato, posssa aumentar a carga rubro-negra. Tudo pelo $$$.

Com a crise que vive, ninguém duvida que o time de General Severiano possa abrir as pernas.

Continue lendo