Super Messi!

Nesta quarta, 17 de agosto, fui ao cinema para ver a decisão da Supercopa da Espanha entre Barcelona e Real Madrid.

A experiência de ver um jogo de futebol na telona e, principalmente um jogo do Barça, é quase indescritível, simplesmente sensacional.

O que eu e Val não sabíamos é que veríamos um filme de super heróis, um thriller de mocinhos e bandidos…

A partida foi demais, teve de tudo. Golaços, disposição tática, pancadaria, confusão e muito futebol.

Pelo lado do Real, alguns pontos positivos: a marcação pressão no campo de ataque, um Di María muito lúcido na meia cancha e um Benzema agudo na frente que fez lembrar aquele atacante que surgiu com toda pompa e classe no Lyon.

De negativo o de sempre, Pepe, Khedira e Xabi Alonso dando porrada atrás de porrada, Cristiano Ronaldo nos já tradicionais chiliques e Mourinho com a velha soberba, tentando tirar o foco do campo e bola, talvez a única forma de bater o esquadrão azul e grená. Sem falar na covardia do lateral Marcelo, primeiro um chute sem bola no quadril de Messi, depois um tesoura assassina no estreante Cesc Fàbregas.

Pelo lado catalão, vários destaques. Abidal e Mascherano muito bem na linha defensiva, Xavi com sua visão de raio x, capaz de enxergar todos os espaços do campo, e Iniesta jogando o fino da bola, com direito a golaço e a caneta desmoralizante.

Mas o diferencial do Barça, mais uma vez, foi o argentino Lionel Messi. Ou como estamparam os jornais catalães nesta manhã, Super Messi!

A Pulga foi caçada em campo. Sofreu mais de 10 faltas na partida, foi chutado por Marcelo sem bola, covarde. Mas os super heróis não se importam com vilania alheia e mais uma vez brilhou a estrela do Super Messi.

No primeiro gol Barcelonista, o argentino carregou a bola pelo meio, fez com que o ótimo Ricardo Carvalho saísse em seu encalço e, com um passe magistral, colocou Iniesta na cara do gol, jogada finalizada com com maestria pelo meia.

No segundo, uma improvável tabela no meio da área. Messi de peito, Piqué de calcanhar e Messi pras redes com um toque de crueldade que deixou Iker Casillas estatelado no chão e Cristiano Ronaldo de joelhos, na vã tentativa de parar o argentino.

Quando Benzema empatou a partida, aos 36 do segundo tempo, todos se acomodaram nas poltronas do cinema já à espera da prorrogação. 

Mas o Barça tinha Messi, ou melhor, Super Messi!

Aos 44, Fàbregas tocou a bola pro argentino na ponta da área e, de primeira, ele achou Adriano nas costas de Marcelo. O lateral devolveu a bola pro meio da área, buscando Seydou Keita, prontinho pra balançar as redes. Mas Messi se antecipou ao malinês e, também de primeira, soltou uma bomba sem chances de defesa para Casillas. Gol, vitória e título pro Barcelona de Super Messi!

Na temporada passada, Messi balançou as redes 53 vezes e deu outras 24 assistências. Na atual, a coisa começa no mesmo ritmo. Em apenas dois jogos oficiais, a Pulga já marcou 3 vezes e deu um passe pra gol.

Há quem diga que ele não pode ser colocado entre os maiores de todos os tempos porque na Seleção Argentina não repete as mesmas atuações do Barça, afirmação da qual discordo frontalmente.

Mas o certo é que quando veste o uniforme azul e grená, Lionel se transforma em Super Messi!

Imagem: Fanisetas
Vídeo: Sportoons
Anúncios

Os Melhores da Champions

No último sábado, 22 de maio, a Internazionale de Milão sagrou-se campeã da Uefa Champions League ao vencer o Bayern de Munique por 2 X 0 no Santiago Bernabéu, em Madrid.

A Uefa ainda não divulgou a lista dos melhores da competição, mas eu lanço agora a minha.

Seleção da Uefa Champions League – 1º Time (4-2-4)

Seleção da Uefa Champions League – 2º Time (4-1-3-2)

Melhor Jogador – Lionel Messi (Barcelona)

Jogador Revelação – Keisuke Honda (CSKA)

Melhor Goleiro – Júlio César (Inter de Milão)

Melhor Defensor – Maicon (Inter de Milão)

Melhor Meio de Campo – Xavi (Barcelona)

Melhor Atacante – Lionel Messi (Barcelona)

Melhor Técnico – José Mourinho (Inter de Milão)

Técnico Revelação – Laurent Blanc (Bordeaux)

Jogador que Mais Evoluiu – Pedro Rodríguez (Barcelona)

Equipe Revelação – Bordeaux (França)

Equipe que Mais Evoluiu – Inter de Milão (Itália)

Imagens Originais: Sewu Biz, Uefa, Abril, Ole Ole, Negócio Ganhar Dinheiro, Les Transferts e Renascença
Efeitos: Picnik

Messi quer Fabregas no Arsenal… E quem não quer?

O Arsenal sempre terá lugar em seu coração, mas ele leva o Barça em seu sangue.

A frase diz respeito ao espanhol Cèsc Fabregas, jogador do Arsenal da Inglaterra. E foi proferida pelo melhor jogador de futebol da atualidade, o argentino Lionel Messi.

Fabregas é o grande sonho do Barcelona e quase uma questão de honra para o presidente Joan Laporta, já que foi no primeiro ano de seu mandato que o jogador deixou o clube. O meia chegou ao azul e grená aos 13 anos, vindo do pequeno Mataró, também da Catalunha. Mas aos 16 foi para o Arsenal em uma transação até hoje reclamada pelo Barça.

há 3 temporadas que o Barcelona tenta repatriar Fabregas e no último semestre os boatos se intensificaram ainda mais. Laporta, Guardiola e jogadores do elenco catalão estão sempre dando declarações públicas de como Fabregas seria bem vindo no Camp Nou. Esta semana até o técnico do Arsenal, Arsène Wenger, falou sobre o tema, incomodado pelas notícias da possível transferência.

Fabregas é craque! Um jogador clássico, sempre de cabeça em pé, lúcido como Xavi e Iniesta. Não é só Messi, Guardiola ou Laporta que querem vê-lo no meio de campo azul e grená. Eu também quero!

Aliás, todos que primam pelo bom futebol, pela bola bem jogada no ápice de sua beleza, gostariam de ver Fabregas no Barça. Todos, menos os torcedores do Real Madrid e do Espanyol.

Piqué ao lado do goleiro e Fabregas é o primeiro agachado da esquera para a direita.

Imagem: Joga Bonito Mundo

Bela homenagem!

dani_jarque-espanyol-barcelonaA temporada 2009/2010 da Premiere League teve seu pontapé inicial neste fim de semana. E começou com tudo pra alegria dos amantes da bola!

Entre os destaques as 6 vitórias de equipes visitantes nas 8 partidas de sábado e a goleada do Arsenal sobre o Everton em pleno Goodison Park, 6 X 1 fora o chocolate.

Mas o que quero ressaltar não é o belo futebol apresentado pelos comandados de Arsène Wenger, mas a bela homenagem de Cesc Fabregas a Dani Jarque, ex capitão do Espanyol de Barcelona que faleceu na semana passada vítima de um ataque cardíaco enquanto conversava ao telefone com sua namorada.

Que Fabregas é craque todo mundo já sabia. Mas seu gesto na goleada contra o Everton mostrou que ele é um pouco mais que isto. Vale a pena conferir!

Imagem: Daily Mail

Só Kaká entre os melhores

A Fifa anunciou os 23 jogadores que ainda concorrem ao prêmio de Melhor Jogador do Mundo em 2008.

Desta lista sairão os 3 finalistas que serão premiados em Zurique, em janeiro do ano que vem.

Kaká, atual vencedor, é o único brasileiro entre os 23.

O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi são os grandes favoritos ao prêmio este ano.

Mas o sueco Zlatan Ibrahimovic e os ingleses Frank Lampard e Steven Gerrard correm por fora.

QUEM VOTA?

Capitães e treinadores das seleções nacionais filiadas à Fifa.

QUEM SÃO OS 23 INDICADOS?

Adebayor (Togo) – Aguero (Argentina) – Arshavin (Rússia) – Ballack (Alemanha) – Buffon (Itália) – Casillas (Espanha) – Cristiano Ronaldo (Portugal) – Deco (Portugal) – Drogba (Costa do Marfim) – Eto´o (Camarões) – Fabregas (Espanha) – Fernando Torres (Espanha) – Gerrard (Inglaterra) – Ibrahimovic (Suécia) – Iniesta (Espanha) – Kaká (Brasil) – Lampard (Inglaterra) – Messi (Argentina) – Nilsteroy (Holanda) – Ribéry (França) – Terry (Inglaterra) – Villa (Espanha) – Xavi (Espanha)

ONDE E QUANDO SAI O RESULTADO?

12 Janeiro de 2009, em Zurique, Suiça.