O futebol é maravilhoso!

Schalke 04 e Manchester United fizeram o primeiro jogo das semifinais da Champions League, em Gelsenkirchen, na Alemanha.

Teoricamente, um confronto entre Davi e Golias, um pouco menos depois que o time alemão destroçou a Inter de Milão – atual campeã – nas quartas de final.

Mas o jogo começou como a teoria indicava, Manchester como um rolo compressor e o Schalke assustado, se segurando pelas defesas do goleiro Manuel Neuer.

Só no 1º tempo foram 11 finalizações inglesas, 9 de dentro da área. E nada de gol.

A 2ª etapa começou como terminou a 1ª, Manchester em cima e Schalke se defendendo como podia. Até que Ralf Rangnick sacou Baumjohann e colocou em campo o volante Peer Kluge, equilibrando a partida.

E justo quando o jogo havia se tornado mais parelho, o Manchester encontrou seu 1º gol, Ryan Giggs depois de um passe primoroso de Wayne Rooney. Dois minutos depois, Rooney dobrou a diferença, Schalke 0 X 2 Manchester United.

O Manchester massacrou o Schalke por 60 minutos, mas não encontrou o gol. E só conseguiu vazar a meta defendida por Manuel Neuer quando o time alemão equilibrou a partida.

É por isto que o futebol é maravilhoso!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Vídeo: Globo

Anúncios

Gol do Futebol!!!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Iniesta marca para o futebol“, posted with vodpod 

Tudo se encaminhava para a classificação do Chelsea.

O time londrino vencia por 1 X 0 e sua defesa parecia impenetrável. A exemplo da partida no Camp Nou, Alex, Terry, Bosingwa e, principalmente, Essien – autor de uma pintura de gol – eram perfeitos e anulavam todas as armas catalãs.

Até os 48 do segundo tempo o goleiro Petr Cech não havia defendido nenhuma bola, o temido ataque barcelonista estava atado e não encontrava espaço para arrematar a gol. 

Com um homem a menos o time espanhol parecia entregue e a torcida inglesa bradava C’mon Chelsea, c’mon Chelsea!

Tudo indicava que o ferrolho armado por Guus Hiddink triunfaria sobre a alegria e a magia catalã. Mas só parecia.

Dizem que os Deuses do futebol amam e veneram a injustiça. Pois na tarde de ontem as tais divindades da bola apareceram no Stamford Bridge pra contrariar a verdade popular.

Quando ninguém mais esperava, quando ninguém mais acreditava, Messi recebeu uma bola na ponta da área inglesa. Fechado por 3 marcadores o argentino rolou a bola pra trás, do outro lado da área. E Iniesta bateu de primeira.

Aos 48 minutos do segundo tempo o camisa 8 acertava o primeiro chute do Barça na baliza defendida por Cech. E que chute. No Ângulo. Impensável, indefensável.

Mais que gol do Barça, foi um gol do futebol!

E nada contra o sistema ultra defensivo armado pelo técnico holandês nas duas partidas. Hiddink entendeu que só se defendendo – muito e bem – o Chelsea poderia passar pelo Barcelona. E foi por muito pouco. O time inglês cumpriu com maestria a proposta do seu treinador, se defendeu como poucas vezes vi um time fazer.

Mas seria uma grande heresia se o Barça ficasse de fora desta final. O time do jovem treinador Josep Guardiola encantou o mundo nesta temporada e mereceu chegar a Roma.

E – deixando de lado as paixões clubísticas – sejamos sinceros, Manchester X Barça é a final dos sonhos de 9 entre cada 10 amantes do futebol.

Desta vez os tais Deuses do futebol influiram a nosso favor!

Dia 27 tem Manchester X Barcelona, tem Cristiano Ronaldo, tem Messi. E também tem Rooney, Giggs, TevezCarrick, Evra, Anderson, Van der Sar, Vidic; tem Xavi, Iniesta, Eto’o, Henry, Piqué.

Dia 27 em Roma, tem festa da bola!

barcelona x manchester