Não se esqueçam do Mazembe!

Desde que o Santos se classificou para a final da Copa Libertadores começou-se a falar sobre o hipotético confronto contra o Barcelona de Xavi, Iniesta e Messi na final do Mundial Interclubes.

Agora então que o alvinegro praiano confirmou o título só se ouve falar do embate entre Messi e Neymar, Santos e Barcelona.

É impressionante como, quando o assunto é futebol, o torcedor e, boa parte da imprensa pacheca, não perde a soberba.

Será que todo mundo já se esqueceu do Todo Poderoso Mazembe?

Com certeza Celso Roth, os jogadores e a torcida colorada não.

Eu, como amante da bola, também quero ver uma final entre Barça e Santos. Mas antes da decisão, tem que passar pela semifinal.

Se o Santos chegar ao Mundial pensando no Barcelona corre o risco de repetir a história colorada que entrou em campo contra o Mazembe pensando na Inter de Milão e teve que ver a final pela televisão.

Imagem: Wecreator
Vídeo: 6ooOoo6

O namoro já virou noivado… só falta o casório

Agora é oficial, o chileno Manuel Pellegrini não é mais o técnico do Real Madrid. O anúncio foi feito na tarde de hoje, 26 de maio, pelo presidente merengue, Florentino Pérez.

Agora a chegada de José Mourinho ao Real é só uma questão protocolar. Durante a coletiva de hoje, Pérez também falou do interesse madridista pelo treinador português, mas colocou na condicional em razão do vínculo ainda existente entre Mourinho e a Internazionale de Milão.

A recisão de Pellegrini custou cerca de 5 milhões de euros aos cofres do Real Madrid. E segundo dizem os jornais espanhóis, para tirar Mourinho da Inter outros 16 milhões de euros terão que ser desembolsados. Isto sem falar no salário do português, que deve ficar em torno de 10 milhões de euros por ano.

Uma bagatela considerável para um treinador de futebol. Eu sei que é Mourinho, mas é muito dinheiro.

Bem, com o término da relação entre Real Madrid e Manuel Pellegrini, o namoro entre o clube merengue e José Mourinho já virou noivado. Agora só resta saber a data do casório.

Imagem: Daily Mail

A Inter tem mais time, mas o Bayern tem o craque

Amanhã, 22 de maio, Internazionale de Milão e Bayern de Munique decidem a Uefa Champions League no Santiago Bernabéu, em Madrid.

9 em cada 10 pessoas que eu converso apostam no time italiano. A exceção geralmente sou eu.

Concordo que a Inter tenha mais time. Também tem o melhor técnico e leva na bagagem a desclassificação dos dois grandes favoritos ao título, Barcelona e Chelsea, pra mim, os dois melhores times do mundo.

A Inter também tem o decisivo Samuel Eto’o e uma defesa que é um verdadeiro paredão com Júlio César no gol, Maicon, Lúcio, Samuel e, provavelmente, Chivu na lateral esquerda. Também tem Cambiasso e Milito em ótima fase.

A Inter tem tudo isto, e não nego. Mas o Bayern tem o craque, o jogador mais capaz de decidir um título. Falo de Arjen Robben.

O holandês reencontrou no Bayern seu melhor jogo, o futebol que encantou o mundo em sua primeira temporada no Chelsea. Arisco, agressivo, driblador e – agora na Alemanha – letal. Robben não está jogando como jogava no Chelsea, está melhor. Sua finalização melhorou demais e a categoria segue a mesma de sempre.

A Inter tem o melhor time, tem mesmo. Mas o Bayern tem o craque. E em uma decisão eu aposto nos craques. Por isto meu palpite é que o Bayern de Munique será o novo campeão europeu.

Imagem: UEFA

Jogador de beicinho

beicinhoviradoThiago Neves está de volta ao Fluminense. O jogador foi apresentado ontem nas Laranjeiras e fica no tricolor até o dia 2 de julho, emprestado pelo Al-Hilal da Arábia Saudita.

Há cerca de 6 meses o meia-atacante foi vendido pelo Flu ao Hamburgo da Alemanha por 9,2 milhões de euros. Agora volta ao time carioca emprestado pelo Al-Hilal que pagou 7 milhões de euros pelos direitos do jogador.

Thiago chegou a Alemanha e pouco jogou, algo absolutamente normal no futebol alemão. Com uma escola de futebol bem definida e bem própria, jogadores latinos geralmente são recebidos com um certo grau de tolerância, paciência e, até mesmo, cuidado durante os primeiros meses de adaptação. Mas Thiago Neves não soube esperar, e logo fez beicinho.

Com o velho discurso do não sou aproveitado, não me querem aqui, o jogador começou a forçar a barra pra sair do Hamburgo. O time alemão rejeitou os mesmos 7 milhões oferecidos pelos sauditas, a diretoria ressaltou a confiança no meia e então o que ele fez?

Desapareceu dos treinamentos. Aí não restou outra saída ao Hamburgo se não vendê-lo ao Al-Hilal. Não bastasse a molecagem de sumir, Thiago Neves impôs uma condição ao negócio: ser emprestado a algum time brasileiro e assim ficar mais perto (devaneio do jogador) da seleção.

Os sauditas aceitaram e Thiago Neves já chegou ao Flu dizendo que tentará prorrogar o empréstimo até o fim do ano. Parece brincadeira, mas não é. E não surpreende vindo dele. O jogador teve uma saída conturbada do Figueirense e acabou assinando um contrato com o Palmeiras e outro com o Fluminense.  E mesmo a saída do tricolor, no meio do ano passado, foi um tanto quanto forçada pelo atleta.

Ponto alto da apresentação nas Laranjeiras ontem:

Não me sinto desvalorizado não. Sei que estou dando um passo pra trás agora pra dar dois pra frente depois.

Como prêmio pela infeliz declaração o meia-atacante recebeu um beijo do presidente Roberto Horcades, aquele mesmo que diz que as mulheres têm 2 neurônios. Será que o senhor Horcades não percebeu a gafe?

mimada pnMas ser birrento, mimado, não é privilégio de Thiago Neves. Jogadores bem menos e bem mais expressivosque ele também se utilizam da tática do beicinho quando anseiam por uma transferência.

Robinho é um deles. Lembro-me bem da novela que foi sua saída do Santos. Simplesmente parou de jogar, voltou, parou de novo. Pra sair do Real então, nem se fale. Ficou com aquele papo, aqui não gostam de mim, quero ir pro Chelsea, acabou no Manchester City.

Roni, que hoje atua no mesmo Santos, já defendeu 13 camisas em 14 anos como profissional. E onde vai arruma um problema.

O fenômeno Ronaldo também é exímio em fazer biquinho. Foi assim pra sair do Barça, pra sair da Inter, pra sair do Real.

Resta ver até quando o mercado do futebol – ainda milionário, mas cada dia menos – vai suportar as birras e pirraças dos boleiros. Se é que um dia vai deixar de passar a mão nestas cabecinhas mimadas.

Conta-gotas 1

Mineiros em Montevidéu

conta gotas opioEm Montevidéu, Galo e Cruzeiro fizeram um jogo horroroso.

Menos mal para o time da toca que venceu por 4X2 e começou o ano com vitória sobre o maior rival.

No alvinegro, positivo só a estréia de Diego Tardelli.

A contratação do atacante já havia agradado a massa, com 2 gols sobre o Cruzeiro então…

No time azul mais uma vez o destaque foi Ramires.

Mesmo com menos de 10 dias de treinamento e depois de um 2008 muito desgastante, o volante mostrou o mesmo vigor e vontade na primeira partida do ano.

Foi premiado com um belo gol.

Agora Engrena?

conta gotas opioO Chelsea sofreu, mas bateu o pequeno Stoke City no Stamford Bridge.

O time de Felipão perdia por 1X0 até os 42 do segundo tempo, quando Beletti empatou.

Aos 48, Frank Lampard – que já havia perdido 3 gols feitos – acertou um pertardo de canhota e garantiu a virada dos Blues.

Uma vitória com a cara de Felipão.

Será que agora a Scolari Family pega?

30 minutos

conta gotas opio30 minutos foi o tempo que a Atalanta precisou para desbancar a poderosa Inter de Milão, até então invicta no Calcio.

Com meia hora de jogo o time de Bérgamo já vencia por 3Xo.

Gols de Floccari e Cristiano Doni (2).

Completamente entregue, a Inter só conseguiu descontar nos acréscimos da segunda etapa.

Pra variar gol de Ibra.

A Inter segue líder com 43 pontos, mas já pode ver a velha senhora no retrovisor.

Podia ser melhor

A Juve não passou de um empate contra a Lazio em Roma.

O time da capital italiana saiu na frente com um belo gol de falta do argentino Ledesma.

Mas a Juventus empatou ainda no primeiro tempo, com uma violenta cabeçada do sueco Melberg.

Mesmo empatando a Velha Senhora está mais próxima da líder Inter que perdeu a invencibilidade em Bérgamo.

A Juve tem agora 40 pontos, 3 a menos que os líderes de Milão.

Rolo Compressor

conta gotas opioO Barça segue passando por cima de seus adversários. Sem tomar conhecimento deles.

A vítima desta rodada foi o Deportivo La Coruña, 5Xo no Camp Nou.

Gols de Messi, Henry (2) e Eto´o (2).

Outro destaque da partida foi  Daniel Alves que deu 3 assistências.

O Barcelona termina o primeiro turno com uma campanha incrível, 50 pontos em 57 possíveis.

Foram 16 vitórias, 2 empates e uma única derrota para o pequeno Numancia, ainda na primeira rodada.