E o campeão, voltou?

sao_paulo voltouHá algumas rodadas que a torcida do São Paulo vem entoando o cântico ÔÔÔ, o campeão voltou!

E parece que ele está de volta mesmo.

Depois de 7 jogos de invencibilidade (6V 1E), sendo 5 vitórias consecutivas, fica difícil ignorar o tricolor. A última derrota aconteceu na 11ª rodada, 2 X 0 pro Galo no Mineirão.

E não é só resultado. O futebol do tricolor do Morumbi está visivelmente melhor, mais vistoso.

Hernanes voltou a jogar bem, ainda longe daquele jogador imprevisível e decisivo da temporada passada, mas tem jogado bem nas últimas rodadas.

Dagoberto fez as pazes com o gol, Jorge Wágner com a bola. O baiano voltou a ser amigo da gorduchinha, a ficar junto dela, como nos tempos de Bahia. Parou de cruzar a todo instante e agora busca o jogo, o passe.

Miranda parece ter recuperado a boa fase, firme e clássico, pra mim o melhor zagueiro brasileiro ao lado de Juan da Roma. E Rogério Ceni deve voltar nas próximas rodadas, o que dá um toque diferente ao tricolor.

Mas a mudança que mais tem me impressionado foi a de Richarlysson. O eclético e perseguido jogador voltou a sua melhor fase, driblando, chutando de fora da área e marcando muito. Correndo pra ele, pra arquibancada que insiste em não apoiá-lo e pra todo time.

Ainda não é aquele Richarlysson do Brasileirão 2007, mas sua importância na recuperação são paulina é indiscutível.

Palmeiras, Galo, Inter e Goiás que se cuidem, pois parece que o campeão voltou…

Imagem: Blog do Tio Ted

Conheça a Sociedade Futeboleira do Brasil, a rede social do futebol!

Conta-gotas 1

Mineiros em Montevidéu

conta gotas opioEm Montevidéu, Galo e Cruzeiro fizeram um jogo horroroso.

Menos mal para o time da toca que venceu por 4X2 e começou o ano com vitória sobre o maior rival.

No alvinegro, positivo só a estréia de Diego Tardelli.

A contratação do atacante já havia agradado a massa, com 2 gols sobre o Cruzeiro então…

No time azul mais uma vez o destaque foi Ramires.

Mesmo com menos de 10 dias de treinamento e depois de um 2008 muito desgastante, o volante mostrou o mesmo vigor e vontade na primeira partida do ano.

Foi premiado com um belo gol.

Agora Engrena?

conta gotas opioO Chelsea sofreu, mas bateu o pequeno Stoke City no Stamford Bridge.

O time de Felipão perdia por 1X0 até os 42 do segundo tempo, quando Beletti empatou.

Aos 48, Frank Lampard – que já havia perdido 3 gols feitos – acertou um pertardo de canhota e garantiu a virada dos Blues.

Uma vitória com a cara de Felipão.

Será que agora a Scolari Family pega?

30 minutos

conta gotas opio30 minutos foi o tempo que a Atalanta precisou para desbancar a poderosa Inter de Milão, até então invicta no Calcio.

Com meia hora de jogo o time de Bérgamo já vencia por 3Xo.

Gols de Floccari e Cristiano Doni (2).

Completamente entregue, a Inter só conseguiu descontar nos acréscimos da segunda etapa.

Pra variar gol de Ibra.

A Inter segue líder com 43 pontos, mas já pode ver a velha senhora no retrovisor.

Podia ser melhor

A Juve não passou de um empate contra a Lazio em Roma.

O time da capital italiana saiu na frente com um belo gol de falta do argentino Ledesma.

Mas a Juventus empatou ainda no primeiro tempo, com uma violenta cabeçada do sueco Melberg.

Mesmo empatando a Velha Senhora está mais próxima da líder Inter que perdeu a invencibilidade em Bérgamo.

A Juve tem agora 40 pontos, 3 a menos que os líderes de Milão.

Rolo Compressor

conta gotas opioO Barça segue passando por cima de seus adversários. Sem tomar conhecimento deles.

A vítima desta rodada foi o Deportivo La Coruña, 5Xo no Camp Nou.

Gols de Messi, Henry (2) e Eto´o (2).

Outro destaque da partida foi  Daniel Alves que deu 3 assistências.

O Barcelona termina o primeiro turno com uma campanha incrível, 50 pontos em 57 possíveis.

Foram 16 vitórias, 2 empates e uma única derrota para o pequeno Numancia, ainda na primeira rodada.

Bela Vitória

Bela vitória colorada na noite de ontem.

Foi só 1X0 e com gol de pênalti, é verdade. Mas fora de casa e com um jogador a menos desde os 24 do primeiro tempo.

E contra um bom time que não perdia no Estádio Ciudad de La Plata há 43 partidas, mais de 18 meses de invencibilidade.

Alex marcou o gol, mas os que jogaram muito mesmo foram D´Alessandro, Nilmar e Bolívar, este último pra mim o grande nome do jogo.

Outro que jogou muito bem foi o goleiro Lauro que nem foi muito exigido, mas matou a melhor jogada do Estudiantes que é a bola alta.

Embora o time de La Plata tenha jogadores técnicos, o ponto forte dos Pinchas são os cruzamentos de Verón para Boselli, Lázaro ou Calderón. É daí que surgiram quase 60% dos gols do Estudiantes nesta temporada.

Os pontos negativos foram Guiñazu, expulso infantilmente antes da metade do primeiro tempo. Álvaro que só não foi expulso pela complacência do senhor Carlos Amarilla.

E o pior do Inter sem dúvida foi Tite. Trocar Nilmar, Alex e D´Alessandro por Gustavo Nery, Sandro e Danny Morais? É muita vontade de empatar pro meu gosto…

Mesmo com Tite e Gustavo Nery o Inter bateu o Estudiantes em La Plata e pôs uma mão na Taça.