Cala a boca Robinho!

Não tive nenhum problema com o Roberto Mancini. O que acontece é que o futebol inglês não é muito bom pra jogador brasileiro, muito bola alta e a gente gosta de jogar com ela no chão.

A frase acima foi dita por Robinho em sua apresentação no Milan, seu novo clube.

Que o jogador foi pra Inglaterra a passeio, isto todo mundo já sabia! Mas eu pensava que ele pelo menos aproveitaria sua estada na terra da rainha para acompanhar o melhor torneio nacional de futebol do mundo, a Premier League.

Mas não. Se Robinho viu algum futebol na Inglaterra foi em algum especial da BBC sobre a modalidade nos anos 60 e 70. Nesta época realmente o futebol inglês vivia única e exclusivamente dos chuveirinhos. Hoje, somente times como o Bolton, o Wigan e os demais pequenos é se utilizam deste recurso.

Na elite isto é passado. A turma do Big Four (Manchester United, Chelsea, Arsenal e Liverpool) mais o Tottenham e o Manchester City – aspirantes a grandes – só jogam com a bola no chão. Mais especificamente nos casos de United, Chelsea e Arsenal, estes clubes figuram entre os que jogam o futebol mais bonito do mundo; muita posse de bola, agressividade, intensidade e toques de pé em pé. O Arsenal então – do técnico francês Arsène Wenger – nem se fala, no dia em que o jogo encaixa é mais vistoso que o Barça!

Então das duas uma: Ou Robinho viu muito pouco da Premier League em seu tempo de City ou esta foi só mais uma desculpinha pelo péssimo futebol apresentado no clube inglês.

Independente de qual seja, tá mal o cara das pedaladas.

Imagem: Folha do Mato Grosso do Sul

Tottenham de volta à Champions!

Depois de 49 anos, o Tottenham Hotspur está de volta à Champions League.

O Spurs venceu o Manchester City por 1 X 0, na casa do adversário, e alcançou os 70 pontos. Com o resultado, o tradicional time de Londres garantiu o 4º lugar da Premier League e não pode mais ser alcançado por City e Aston Villa.

O Tottenham já está garantido na fase prévia da Champions, mas se vencer na última rodada e o Arsenal, seu arquirrival londrino, perder, o Spurs vai direto para a  fase de grupos e manda os Gunners para a Pré Champions.

O empate era um bom resultado pro time da capital contra o Manchester City, mas não garantia nada, a vaga seria decidida na última rodada. A vitória veio aos 38 minutos do segundo tempo, em lance quase fortuito. Kaboul chegou à linha de fundo e soltou o pé para dentro da área, o goleiro Fulop soltou a bola e Peter Crouch, no susto, meteu pra dentro. Veja o gol aqui.

Crouch foi o nome da partida não só pelo gol. O grandalhão esbanjou categoria e experiência. Seus dois metros e dois centímetros de altura não o impediram de dar dribles desconcertantes nos bons zagueiros do City e o ajudaram no ótimo trabalho de proteção de bola que chegou a irritar os adversários, em especial o belga Kompany.

A torcida do Liverpool – já descontente com os donos estadounidenses do time, Tom Hicks e George Gillet Junior – deve estar se retorcendo vendo Crouch levar o Tottenham ao melhor campeonato de futebol do mundo e tendo que amargar o 7º lugar na Premier League, uma desclassificação na fase de grupos da Champions e na semi da Liga Europa em pleno Anfield, para o mediano Atletico de Madrid. Sem falar em ter que aguentar N’Gog na ausência de Fernando Torres.

A última participação do Tottenham na Champions League aconteceu na temporada 1961/1962.

Imagem: football.co.uk

Boa convocação!

Dunga convocou nesta terça, dia 27 de outubro, a seleção brasileira que enfrentará Inglaterra e Omã em amistosos nos dias 14 e 18 de novembro respectivamente.

O duelo contra o English Team acontece em Doha no Catar. Já a partida contra Omã será realizada na casa dos adversários da península arábica, na capital Mascate.

Sem poder contar com jogadores que atuam no futebol brasileiro, Dunga convocou 4 surpresas para os jogos na Ásia. O lateral Fábio Aurélio (Liverpool), os meias Carlos Eduardo (Hoffenheim) e Michel Bastos (Lyon) – este último se for utilizado deverá jogar na lateral esquerda, sua posição de origem – e o atacante Hulk do Porto.

Das novidades, acho que Fábio Aurélio há muito já fazia por merecer esta chance e a convocação do Michel Bastos também é muito válida, ele começou a temporada muito bem no Lyon, é um jogador rápido, versátil e moderno. Já Carlos Eduardo e Hulk eu não convocaria. O primeiro é um bom jogador, mas em sua posição temos nomes melhores, Diego da Juventus por exemplo. Já o Hulk vale pelo nome! É um jogador muito forte e tal, mas pra mim não tem bola pra jogar na seleção. No último campeonato português ele marcou 8 gols, na edição deste ano fez 1 e na Champions da atual temporada marcou outros 2; números bem modestos pra um centroavante de referência. Eu preferia ver o Grafite do Wolfsburg ou o Alexandre Pato do Milan.

Mas enfim, em seu todo a convocação é coerente e, de uma forma geral, podemos dizer que é boa.

Abaixo, a lista dos 24 convocados:

Goleiros

Júlio César (Inter de Milão)
Doni (Roma)

Zagueiros

Juan (Roma)
Lúcio (Inter de Milão)
Luisão (Benfica)
Naldo (Werder Bremen)

Laterais

Maicon (Inter de Milão)
Daniel Alves (Barcelona)
Fábio Aurélio (Liverpool)
Michel Bastos (Lyon)

Meio-campistas

Gilberto Silva (Panathinaikos)
Felipe Mello (Juventus)
Josué (Wolfsburg)
Lucas (Liverpool)
Alex (Spartak Moscou)
Ramires (Benfica)
Elano (Galatasaray)
Kaká (Real Madrid)
Júlio Baptista (Roma)
Carlos Eduardo (Hoffenheim)

Atacantes

Luís Fabiano (Sevilla)
Robinho (Manchester City)
Nilmar (Villarreal)
Hulk (Porto)

Zangado_colunista_do_Ópio

 

Zangado é um dos 7 anões da Branca de Neve e mesmo do Reino da Fantasia é o colunista especial do Ópio do Povo para assuntos da seleção brasileira.

Imagem: Grumy Git

Capello, o onipresente

fabio_capello-inglaterra-english_teamHá algumas semanas a Globo – querendo pagar pouco, jejejejeej – lançou a campanha O Melhor Emprego do Mundo que selecionará um jornalista formando ou recém formado para o cargo de correspondente internacional dos seus canais à cabo.

Ser correspondente deve ser legal mesmo, mas o melhor emprego do mundo – da perspectiva de um viciado em futebol – é sem sombra de dúvidas o do senhor Fabio Capello.

Neste fim de semana o técnico da seleção inglesa esteve em 4 estádios diferentes acompanhando partidas da Premier League. E não foram joguinhos quaisquer.

No sábado Capello visitou o noroeste inglês. Foi a Bolton assistir a partida do time local contra o Tottenham. Jogo pra lá de emocionante que terminou empatado em 2 X 2.

Logo depois o técnico do English Team estava no Old Trafford vendo Manchester United X Sunderland. Com um golaço do búlgaro Berbatov e outro golzinho chorado do lateral Evra aos 47 do segundo tempo, os Red Devils garantiram o empate em 2 X 2 e mantiveram um tabu que já dura 41 anos. A última vitória do Sunderland contra o United em Manchester foi em 1968.

Mas se o sábado já havia sido bom, o que falar do domingo?

Primeiramente Capello teve a oportunidade de acompanhar a melhor partida do fim de semana, Arsenal 6 X 2 Blacburn Rovers no Emirates Stadium, com direito a show dos comandados de Arsène Wenger. O passeio dos Gunners foi 6 X 2, mas não é nenhum exagero dizer que poderia ter sido 10 x 4 ou 11 X 5. Detalhe, 8 gols marcados por 8 jogadores diferentes, eu nunca havia visto algo assim. Jogo histórico, inesquecível! E tenho quase certeza que o treinador da seleção inglesa se lamentou demais por Cesc Fabregas ser espanhol, que maturidade aos 22 anos, que grande craque!

Fabio Capello saiu do Emirates e se dirigiu ao Stamford Bridge para assistir o clássico Chelsea X Liverpool. Mais uma grande partida que terminou com a vitória da equipe londrina por 2 X 0 com gols dos franceses Anelka e Malouda. E excepcional apresentação do ebúrneo Didier Drogba.

Pra muita gente o fim de semana de Fabio Capello pode parecer um martírio, sábado e domingo trabalhando, viagens e tal. Mas pra mim, um viciado em futebol, este fim de semana mais parece um sonho. Não bastasse, hoje à tarde provavelmente ele estará em Birmingham pra mais uma partida que promete, Aston Villa X Manchester City que fecha a rodada da Premier League.

Da onipresença do Capello fica um ensinamento; técnico de seleção tem que viver em estádio. É só no campo que se vê um jogo em sua perfeição. O treinador anão da nossa seleção por exemplo, raramente é visto nos estádios do Brasil e da Europa. É por esta e por outras que o English Team é meu favorito pra levar a Copa de 2010.

Imagem: Estadão

Futebol de primeira na segunda!!!

Trilha Sonora: Strange Fruit – Billie Holiday
Composição: Lewis Allan
radinho_de_pilha_do_ópio

billie-holidayEste fim de semana fiquei completamente afastado do futebol.

Eu e a Val fomos para o Festival de Jaz de Ouro Pretoque em sua 8ª edição homenageava a inigualável Billie Holiday – e não vi um único joguinho sequer. Não entrei na internet pra ver resultados, não vi os gols da rodada, necas de pitibiriba.

Acho que desde que voltei ao Brasil isto não acontecia.

Hoje quando cheguei em casa fui seco ligando a TV na ESPN Brasil e, pra minha alegria, começava o VT do derby de Manchester, a partida que eu mais queria ver no fim de semana.

Como já disse eu não sabia o resultado da partida – de nenhuma partida – e o que vi foi um verdadeiro deleite, jogaço! Um daqueles duelos inesquecíveis, capazes de reacender a paixão pela bola do mais desiludido dos torcedores.

O clássico estava empatado até os 35 do segundo tempo quando Darren Fletcher colocou os Diabos Vermelhos na frente. Aos 48 Craig Belamy voltou a empatar o jogo para o City numa pixotada incrível do zagueiro Rio Ferdinand.

E quando todos pensavam que a partida terminaria em igualdade, renascido das cinzas apareceu Michael Owen que marcou o 4º gol e garantiu a vitória do United.

Final, Manchester United 4 X 3 Manchester City.

Um jogo pra tirar o fôlego até em VT! E como bem disse o Juca no Linha de Passe da ESPN, o amor pelo futebol das crianças inglesas que viram o confronto está garantido pelos próximos 50 anos. Incondicionalmente!

Abaixo você pode ver os melhores momentos do memorável jogo!

Antes só dois destaques galeses: O 1º gol de Craig Belamy – 2º do City na partida – verdadeira obra prima! E a exuberante apresentação do grisalho Ryan Giggs. À beira dos 36 anos esbanjou categoria!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

mais sobre “Manchester United 4 – Manchester City…“, postado via vodpod
Imagem: How To Be a Diva – The Drama Queen Guide

Vira casaca

carlos_tevez-manchester_cityAgora é de verdade, Carlitos Tevez foi para o Manchester City.

O argentino trocou as cores e a tradição do Manchester United – onde era idolatrado pela torcida, mesmo nunca tendo sido titular absoluto –  pelos petrodólares do rival emergente.

Quando o papo surgiu, confesso que pensei que era só mais um boato infundado dos tablóides ingleses. Ou talvez eu não quisesse acreditar.

Embora eu não seja propriamente um fã dos Diabos Vermelhos, simpatizo ainda menos com seu rival de cidade e agora será ainda mais difícil torcer por Carlitos, jogador que eu gosto tanto.

Mas na tarde desta segunda o anúncio oficial foi feito no sítio do City, Carlitos segue em Manchester,

mas agora veste azul.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Tevez v Manchester City“, posted with vodpod
Imagem: Manchester City

Conta Gotas 4

De cor e salteado

conta gotas opio laudanoHéber Roberto Lopes, que apitou a primeira partida das finais da Copa do Brasil, decorou muito bem a tabuada dos cartões amarelos. O Timão tinha 5 pendurados, Elias, Cristian, Chicão, Jorge Henrique e Souza e o cover do Colina poupou a quase todos da suspensão. Elias fez 6 faltas só no primeiro tempo, motivo mais que justo pra levar seu amarelinho. E que não venham me chamar de purista, um jogador não pode fazer 6 faltas em um tempo, é demais. Mas Héber não deu. Chicão fez uma falta em Taison na risca da grande área, possível situação de gol que acabou em infração sem cartão. Jorge Henrique também merecia o seu pela quantidade de faltas. Dos titulares só Cristian se cuidou durante o jogo e não mereceu o cartão. Pra não ficar feio e não dar na cara demais, no fim da partida o juizão soltou o cartão em Souza que está fora do jogo em Porto Alegre. O que sejamos sinceros, não faz a menor diferença.  Parece que quem amarelou mesmo foi o Héber.

Gordo, gripado e goleador

conta gotas opio laudanoMesmo gordo, gripado e sem ritmo Ronaldo foi decisivo na primeira final da Copa do Brasil. No primeiro tempo perdeu um gol dentro da pequena área em uma grande intervenção do goleiro colorado, Lauro. No segundo tempo recebeu uma bola em velocidade nas costas do zagueiro Índio. O Fenômeno chegou na frente, deu um cortinho seco no zagueiro e finalizou com perfeição, forte e rasteiro no canto esquerdo de Lauro. Indefensável. Ronaldo não marcava há 5 partidas, mas apareceu quando devia. Dá-lhe Gordo!

E vale?

conta gotas opio laudanoCobrar falta com a bola rolando vale? Na final da Copa do Brasil valeu! O segundo gol do Timão surgiu de uma falta na intermediária que Elias bateu rápido, colocando Ronaldo na boca do gol. O único detalhe era que a bola estava rolando e isto não vale. O pior é que o árbitro Héber Roberto Lopes estava ao lado do lance, mas ao lado mesmo. Mas parece que não viu que a pelota não estava parada. Ou pelo menos não quis soprar o apito.

0 X 0 que classifica

conta gotas opio laudanoO Grêmio se garantiu na semifinal da Copa Libertadores depois de empatar sem gols com o Caracas da Venezuela em Porto Alegre. A classificação não foi tão fácil como esperava o torcedor tricolor nem tão difícil como sugere o placar. O time venezuelano assustou em uma bola no início do segundo tempo, mas foi só. O resto do jogo só deu Grêmio e mais uma vez o tricolor gaúcho perdeu um caminhão de gols. Máxi Barbie Lopes é dureza…

0 X 0 que elimina

conta gotas opio laudanoO Palmeiras está fora da Copa Libertadores. Depois de empatar em casa com o Nacional do Uruguai em 1 X 1, o Verdão foi a Montevidéu e não saiu do zero. A melhor chance foi na cabeça de Obina, mas a bola passou triscando a trave. O Palmeiras vinha se classificando na bacia das almas nesta Libertadores, milagres de Marcos e Cleiton Xavier. Mas desta vez não teve milagre e o time de Vanderlei Luxemburgo está de fora do torneio continental. Bom pro Nacional de Montevidéu que, depois de 20 anos, traz o futebol uruguaio de volta às semifinais da Libertadores.

Cansado de que?

conta gotas opio laudanoQue a temporada européia é extenuante, disto não tenho dúvidas. Mas só pros grandes times, praqueles que chegam longe nas copas nacionais e nos torneios continentais. Muitos jogadores da seleção do Dunga andam reclamando de cansaço. Entre eles o lateral Kléber e o meia Elano. Vale lembrar que Kléber joga no Inter de Porto Alegre, ou seja, ainda está no meio da temporada. E Elano, vamos falar sério! Elano foi reserva quase toda temporada de um time mediano que caiu cedo na FA e na Carling Cup, chegou as quartas da Copa da Uefa, mas Elano quase não atuou no continental. Reserva de um time pequeno que nem teve a temporada tão cheia. Tá cansado de que Elano?

Não dá pra confiar

conta gotas opio laudanoRecebo muita chiadeira da torcida colorada por criticar o treinador Tite. Mas realmente não dá pra confiar no professor de fala difícil. Ontem, na final da Copa do Brasil, só Tite não viu como o Magrão estava mal em campo. Não marcava, não criava e perdia muitas bolas no meio que viravam perigosos contra ataques corinthianos. Sem falar que Magrão pregou mesmo, no fim da partida não conseguia nem andar. Mas mesmo assim Tite preferiu sacar o outro volante, Sandro. Tite errou feio ontem e seus erros podem custar a taça. Outra do Tite que não dá pra entender. A base do Inter tem um dos centroavantes mais promissores do futebol brasileiro, o excelente  Wálter. Então por favor me expliquem, com Wálter na base, por que o Leandrão é quem fica no banco? Eu não entendo…

Imagem: Blog Josias de Souza

Juras injúrias

putas-prostitutasEu te amo… mas eu te minto.

Eu te amo… mas eu te traio.

Eu te amo… mas eu te troco.

Amores fugazes que não duram mais que um momento, mais que um sopro. Esta é a tônica do mundo de hoje, moderno e apressado. Esta é a lei que rege o futebol atual, grana e mentira.

Há menos de seis meses Kaká disse não à montanha de dinheiro do Manchester City, fez juras de amor eterno e inquestionável ao Milan. Declarou que terminaria sua carreira ali e que, no fim, seria conhecido como um Paolo Maldini, uma bandeira do rubro negro italiano.

Mas os meses passaram, a grana diminuiu e o amor, parece que também. O novo pretendente não era mais um aventureiro, um destes novos ricos sem pedigree. O Real Madrid tem nome e sobrenome no mundo do futebol. Tem grife, tem pompa, mesmo que sua história por trás da história não seja das mais belas.

Se o City está pra um emergente, o Madrid representa o filho perfeito de um velho Coronel do interior, um daqueles que usurparam o povo e a terra, mas que segue com seu status de nobreza e cara de bom moço, autêntico Dotôr.

E seduzido pela aura encantadora do Real Kaká se foi. Disse que o amor não acabara, mas que o momento pedia a separação, que seria melhor assim. Papo de quem quer sair fora, mas quer terminar bem. Seguimos amigos

Papo furado, furadíssimo.

Na verdade o amor nunca existiu.

O amor no futebol virou amor de putas. Mas não dos puteiros de Florentino Ariza, nem das putas tristes do nonagenário jornalista sem nome de Marquez.

Amor com preço, com hora marcada. Pra gozar e pra dizer adeus.

amor_bandido

Imagem: Original Ópio do Povo
Foto Prostitutas: Rádio France Internacional

Caneladaço!

Quem acompanha o Ópio e, principalmente quem me conhece, sabe da admiração futebolística que tenho por Michael Essien.

Pra mim  ele é, de longe, o melhor jogador do Chelsea. Não tenho dúvida que o ganês é o jogador mais importante pro time de Stamford Bridge, mais até que Frank Lampard, John Terry, Anelka ou Didier Drogba.

O futebol de Michael Essien me agrada tanto, que o coloco, juntamente com Samuel Eto´o, como os melhores jogadores africanos da atualidade. E tenho certeza que muito do insucesso de Felipão no Chelsea se deve à sua contusão no início da temporada. Sem ele o time fica capenga, capenga…

Neste fim de semana, Essien fez o gol que definiu a vitória do Chelsea sobre o Manchester City.

E não foi um gol qualquer. Golaço que teve teve algo de inédito.

De canela. Mas com uma classe da dar inveja aos mais virtuosos. 

Golaço de canela, o primeiro que vi em minha vida.

Caneladaço de Michael Essien!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Jogador de beicinho

beicinhoviradoThiago Neves está de volta ao Fluminense. O jogador foi apresentado ontem nas Laranjeiras e fica no tricolor até o dia 2 de julho, emprestado pelo Al-Hilal da Arábia Saudita.

Há cerca de 6 meses o meia-atacante foi vendido pelo Flu ao Hamburgo da Alemanha por 9,2 milhões de euros. Agora volta ao time carioca emprestado pelo Al-Hilal que pagou 7 milhões de euros pelos direitos do jogador.

Thiago chegou a Alemanha e pouco jogou, algo absolutamente normal no futebol alemão. Com uma escola de futebol bem definida e bem própria, jogadores latinos geralmente são recebidos com um certo grau de tolerância, paciência e, até mesmo, cuidado durante os primeiros meses de adaptação. Mas Thiago Neves não soube esperar, e logo fez beicinho.

Com o velho discurso do não sou aproveitado, não me querem aqui, o jogador começou a forçar a barra pra sair do Hamburgo. O time alemão rejeitou os mesmos 7 milhões oferecidos pelos sauditas, a diretoria ressaltou a confiança no meia e então o que ele fez?

Desapareceu dos treinamentos. Aí não restou outra saída ao Hamburgo se não vendê-lo ao Al-Hilal. Não bastasse a molecagem de sumir, Thiago Neves impôs uma condição ao negócio: ser emprestado a algum time brasileiro e assim ficar mais perto (devaneio do jogador) da seleção.

Os sauditas aceitaram e Thiago Neves já chegou ao Flu dizendo que tentará prorrogar o empréstimo até o fim do ano. Parece brincadeira, mas não é. E não surpreende vindo dele. O jogador teve uma saída conturbada do Figueirense e acabou assinando um contrato com o Palmeiras e outro com o Fluminense.  E mesmo a saída do tricolor, no meio do ano passado, foi um tanto quanto forçada pelo atleta.

Ponto alto da apresentação nas Laranjeiras ontem:

Não me sinto desvalorizado não. Sei que estou dando um passo pra trás agora pra dar dois pra frente depois.

Como prêmio pela infeliz declaração o meia-atacante recebeu um beijo do presidente Roberto Horcades, aquele mesmo que diz que as mulheres têm 2 neurônios. Será que o senhor Horcades não percebeu a gafe?

mimada pnMas ser birrento, mimado, não é privilégio de Thiago Neves. Jogadores bem menos e bem mais expressivosque ele também se utilizam da tática do beicinho quando anseiam por uma transferência.

Robinho é um deles. Lembro-me bem da novela que foi sua saída do Santos. Simplesmente parou de jogar, voltou, parou de novo. Pra sair do Real então, nem se fale. Ficou com aquele papo, aqui não gostam de mim, quero ir pro Chelsea, acabou no Manchester City.

Roni, que hoje atua no mesmo Santos, já defendeu 13 camisas em 14 anos como profissional. E onde vai arruma um problema.

O fenômeno Ronaldo também é exímio em fazer biquinho. Foi assim pra sair do Barça, pra sair da Inter, pra sair do Real.

Resta ver até quando o mercado do futebol – ainda milionário, mas cada dia menos – vai suportar as birras e pirraças dos boleiros. Se é que um dia vai deixar de passar a mão nestas cabecinhas mimadas.

Resposta convincente

Nunca escondi que não compartilho o pensamento de que Kaká seja um boleiro diferenciado no meio do futebol.

É lógico que vindo de uma estrutura sócio-familiar muito mais sólida que a maioria dos jogadores, o craque milanista apresenta algumas coisas a mais que a média, consegue falar esses e se refere a si mesmo no singular, o que já é um alívio para os ouvidos.

Mas isto é pouco. A postura cordeirinha de bom menino e o excessivo cuidado com o que fala – nem sempre o que pensa, é o que me parece – me irritam bastante a acabam por me induzir a colocar Kaká no plano dos comuns no que se refere ao fora do campo, que fique bem claro.

Nem de longe consigo ver nele a lucidez de um Roque Júnior, a claridade de um Alex (Fener), o pensamento crítico de um Sócrates ou um Casagrande.

Em 2 ocasiões confesso que me desarmei do que penso para internamente aplaudir Kaká. A primeira foi no embate com Dunga, quando o meia se impôs pelo craque que é e pelo que representa, requerendo seu espaço na seleção.

A segunda foi agora ao recusar a oferta do Manchester City. Hoje em dia é tão difícil ver alguém dizer não ao dinheiro, quanto mais quando falamos de somas tão astronômicas, que a atitude é sem dúvida alguma digna de aplausos. 

Mas a resposta mais convincente de Kaká foi dada neste domingo. Pelo campeonato italiano o meia fez uma bela partida contra o Bologna.

O Milan venceu por 4X1 e Kaká foi premiado com 2 gols. O segundo um golaço no melhor estilo winning eleven. Quem joga vai ver que o gol foi muito de vídeo game.

Entre preços e valores

kakaDesde que surgiu Kaká é tratado, indiscutivelmente, na grande mídia nacional como o queridinho do futebol brasileiro.

Estereótipo reverso do boleiro; menino de classe média, boa família, bom filho, religioso.

Mas agora o bom menino do futebol está posto à prova. E nem é por causa dos milhões de dólares doados aos pastores da igreja Renascer. Aqueles mesmos que foram presos no Estados Unidos com dinheiro não declarado e hoje respondem por processo de evasão e sonegação fiscal y otras cositas más…

Desta vez o que está em cheque não é a grana que sai do bolso de Kaká, mas a que pode entrar. Uma frase corriqueira nestes tempos corrompidos de hoje é que todo mundo tem seu preço. A questão é justamente esta, se Kaká é realmente uma exceção, um homem de valor. Ou se é apenas mais um destes comuns, destas pobres pessoas com preço e embalagem de plástico.

E não tem aqui nenhum puritanismo quanto ao dinheiro. Não vejo problema que Kaká ou qualquer outro ganhe aquilo que alguém quer lhe pagar. A coisa passa por outro lugar.

Tudo porque ainda teimo em acreditar que as ações devem convergir com as palavras.

Os xeiques do City desembarcaram na Itália com um mundo de dinheiro e o Milan bambeou. Kaká foi correndo à TV do clube dizer que não se interessava pela proposta, que queria envelhecer no rossonero e, um dia, ser capitão do time.

Louvável! Kaká sabe que tem todo dinheiro que precisa hoje e que o terá amanhã. Também sabe que seus filhos, netos e por aí vai não precisarão se preocupar com isso. Da mesma forma ele sabe de seu potencial, sabe que tem tudo para cravar seu nome difinitavamente na história do Milan, da Seleção Brasileira e até do futebol.

E sabe ainda que o City – nem com todo dinheiro advindo do petróleo e do sofrimento de um povo – não se compara ao Milan. Assim como o Chelsea com todo o dinheiro sujo do senhor Abramovic não se compara em grandeza e importância ao Liverpool ou ao Manchester United, para me ater à rivais domésticos.

Mas as propostas e as notícias foram mudando. Os 250 mil dólares, viraram 350 mil, depois viraram libras e os rumores chegam a números que nem ouso citar. A proposta foi recheada por mansões, viagens no jato real pra ver a família, festas, boa vida. Daqui a pouco o xeique Mansour bin Zayed vai oferecer um pedaço da lua ou mesmo de Dubai.

E ao que parece Kaká também balançou. Em determinado momento da tarde o sítio Arabian Business – que tem ligação com o presidente do clube inglês – divulgou em sua página que o City havia fechado com o meia. Mas meia hora depois teve substituir a matéria por uma outra que dizia que Kaká pedia 20% a mais para assinar.

O certo é que o jogador está em negociações. Mesmo depois do discurso de que quer ser um Maldini, que quer ser velhinho com a bengala rubronegra.

Como já disse, acho que Kaká tem todo direito de jogar onde queira e de receber quanto queiram pagá-lo. Mas não consigo ignorar e aceitar as divergências entre discurso e ação. A atitude me fez lembrar de um pequeno e delicioso texto de Eduardo Galeano que se chama Celebração das bodas da  palavra e da ação.  Nele o escritor uruguaio confessa pensar que grande parte da força de Che Guevara provinha de um feito muito simples; dizia o que pensava, fazia o que dizia. Sinceramente não sei se a força do Che vinha desta postura, mas sei que concordo inteiramente com ela.

Por isto acho que o simples fato de negociar com o City depois de reafirmar seu amor pelo Milan não pega bem. E também é por isto que caso hoje, amanhã ou depois, eu veja o Kaká com a camisa azul celeste não vou me assustar, não vou estranhar.

E terei a certeza que ele é mais um como aqueles que eu falava lá em cima, um daqueles que preferem os preços aos valores.

O Gato Comeu? Não, foi o empresário!

Adiós Wagner...

Adiós Wagner...

 

O Manchester City pagou 50 milhões de Euros por Robinho.

O Real Madrid recebeu apenas, perdoem-me pelo apenas, 40 milhões de Euros.

2,5 milhões foram pro Santos, clube formador do atleta.

E os outros 7,5 milhões? Sumiram?

Não, foram pro bolso de Wágner Ribeiro, ex agente do jogador.

Inclusive foi por essa gorda comissão que Robinho rompeu com Ribeiro.

Claro que na rescisão o empresário levou outra bolada.

 Segundo o jornal espanhol El Confidencial, Wagner Ribeiro usaria o dinheiro da comissão de Robinho para tornar-se acionista majoritário da Traffic.

Hipocrisia à Francesa

 

O que vale pra eles não vale pra nós...

O que vale pra eles não vale pra nós...

O presidente da UEFA, Michel Platini, voltou aos holofotes por conta de suas polêmicas declarações.

 

Depois de puxar a orelha do técnico Arsene Wenger e do Porto de Portugal, agora o francês direciona suas críticas à compra de clubes por magnatas estrangeiros.

Usando o Liverpool e o Manchester City como exemplos, o ex jogador bateu forte.

Querem um Liverpool presidido por um Xeique  Árabe, com treinador brasileiro e 11 africanos em campo? Onde fica a cidade de Liverpool nisso tudo?  Temos que estabelecer regras. O segredo do futebol está na identificação dos torcedores com seus times e tantos estrangeiros não fazem bem à identidade de um clube.

E disse mais: 

Um grupo do Catar deve investir no Catar e apostar no desenvolvimento do futebol de seu próprio país.

Platini só se esqueceu de um coisa, dos 7 grandes patrocinadores da UEFA somente 2 são europeus:

Heineken (Holanda) e Vodafone (Reino Unido). Os outros 5 são estrangeiros.

Ben Q (Taiwan) – Sony (Japão) – Playstation (Japão) – Ford (EUA) e Mastercard (EUA).

As palavras de Platini repercutiram muito mal na comunidade futebolística européia. 

Dirigentes ingleses classificaram as declarações como xenófobas e um contracenso ao processo de globalização que vive o mundo.

A Premier League se pronunciou dizendo que a Uefa deve tomar conta de seus assuntos e que a estrutura do futebol inglês não diz respeito ao dirigente.

Campeonato Inglês é o destaque do Fim de Semana de Eleição

Os dois grandes destaques da rodada européia de fim de semana ficam por conta do Campeonato Inglês.

Pra nossa sorte os dois grandes jogos acontecem no domingo de eleição.

Dia em que não haverá jogos do brasileirão.

Então o negócio é se ligar na terra da rainha.

Chelsea X Aston Vila

O Villa é a grande sensação deste início da Premier League. Venceu 4 dos 6 jogos e é o 3º colocado com 13 pontos, a frente dos grandes Arsenal e Manchester United.

A força do time de Birmigham está em sua poderosa dupla de ataque formada pelo norueguês John Carew e o nigeriano-escocês Gabriel Agbonlahor.

Cada um já marcou 4 vezes e eles dividem a vice-artilharia da liga.

Confiante na Invencibilidade

Confiante na Invencibilidade

Já os comandados de Felipão têm uma dura missão neste domingo.

Manter a liderança e a longa invencibilidade no Stanford Bridge.

Os azuis nào perdem em seu domínio desde a derrota para o Barelona pela Champions em 2006.

Na liga inglesa o Chelsea não perde em casa desde fevereiro de 2004 quando foi derrotado pelo Arsenal por 3X1.

Para o jogo com o Villa Felipão tem pelo menos 5 problemas: Drogba, Essien, Ricardo Carvalho, Joe Cole e Deco não jogam machucados.

Domingo – 11h – Espn Brasil

Manchester City X Liverpool

O City pode pará-lo?

O City pode pará-lo?

Todos ingressos já estão esgotados para o o jogo de domingo no Estádio City of Manchester. Essa será a principal força do Manchester City para encarar o Liverpool de Steven Gerrard.

O Liverpool tem 14 pontos e divide a liderança da Premier League com o Chelsea.

E conta com seu capitão em fase esplendorosa. Se é que podemos chamar de fase, já que faz muito tempo que Gerrard vem arrebentando.

Apesar de ter o melhor ataque da competição com 16 gols o City é apenas o 8º colocado com 9 pontos.

Campanha modesta pra quem investiu tanto.

Domingo- 17h30 – Espn Brasil

Confira a lista de jogos transmitidos pelos Canais ESPN