Rugidos e Cocoricós

leao galoLeão será o novo treinador do Galo. A apresentação acontecerá nesta terça, às 15 da tarde.

A coletiva do treinador será transmitida ao vivo na internet pelo Portal Uai.

É a 3ª vez que Leão dirige o Galo.

A primeira foi em 97 e rendeu ao alvinegro mineiro os títulos da Copa Conmebol e a Copa Centenário de Belo Horizonte.

A segunda foi em 2007, o técnico chegou, o Galo se livrou do rebaixamento e de quebra se classificou para a sul americana deste ano.

Ao todo Leão dirigiu o Galo 69 vezes. Foram 33 vitórias, 17 empates e 19 derrotas.

Anúncios

Fiel Fenomenal

ronaldo-camiseta-corinthians

O Corinthians fechou a contratação do atacante Ronaldo Fenômeno.

O anúncio foi feito na tarde desta terça feira.

O departamento de marketing do Parque São Jorge havia definido, em novembro, que o clube faria uma contratação bombástica para movimentar o mercado neste fim de ano.

Rosemberg e sua turma fizeram então uma lista.

Levaram a idéia pro Mano e mandaram ele escolher um entre vários nomes.

A lista tinha Ronaldo, Liédson (Sporting), David (Fener), Alex (Fener), o pacote Mineiro (Chelsea)-Josué (Wolfsburg), Marcos (Palmeiras), Teves (Manchester United), Juninho Pernambucano (Lyon), Fred (Lyon), Elano (Manchester City) e até o holandês Edgar Davids (sem clube).

Mano disse: Eu quero o Tcheco! Mas não se opôs ao Fenômeno, quando consultado.

E hoje Ronaldo foi anunciado. 

É de longe a contratação mais barulhenta do futebol brasileiro neste século

Comparada somente ao retorno de Romário ao Brasil em 1994. Aliás, ano em que Ronaldo deixou o futebol brasileiro.

Só na tarde de ontem a diretoria corintiana contabilizou em seus cofres a entrada de 25 mil reais referente às vendas da nova camisa 9.

E vamos combinar, se Ronaldo jogar, 15 partidas que sejam, serão 15 dias de sonhos para a Fiel.

Tempos Modernos

Ronaldo já havia declarado que no Brasil só jogaria no Flamengo, clube do coração.

Mas o que o Fenômeno não imaginava é que Márcio Braga se rebelaria contra a toda poderosa Nike.

E sem a fabricante estadounidense o sonho do Ronaldo Rubro Negro ficou impossível.

Isto porque  – embora seja remunerado, e muito bem – o atacante é uma espécie de escravo moderno.

Milionário e mundialmente famoso, Ronaldo não pode escolher onde quer jogar.

Não é livre, mesmo com toda grana, mesmo com toda fama.

É mais uma destas distorsões malucas só possíveis no mundo de hoje.

Só contrata o Fenômeno quem carrega a Nike no peito.