Questão de feeling

Josep-Guardiola-feelingsSem ele não teríamos alcançado tudo que conquistamos na temporada passada. Não existem motivos futebolísticos, pessoais nem comportamentais. Simplesmente, é uma questão de feeling, é assim que eu sinto. Creio que temos que mudar algumas coisas. Talvez eu esteja errado, mas a responsabilidade é minha. Assim como a decisão.

Samuel_Etoo e filhoJosep Guardiola,  técnico do Barcelona,  ao explicar – em sua primeira coletiva da temporada – porque não pretende contar com o futebol de Samuel Eto’o, autor de um dos gols na final da Champions 08/09.

Segundo o treinador é tudo uma questão de feeling, simples assim.

Eu sinceramente não estava entendendo os motivos do Barça rifar o excelente centroavante camaronês.

Vale lembrar que Eto’o participou de 2 dos 3 títulos europeus da história do Barça, e fez gols nas finais das duas conquistas em que esteve presente. Um jogador de talento e muita história no clube.

Continuo sem entender muito bem, mas contra o argumento do feeling não há o que retrucar. Se Pepe Guardiola sente que é hora de mudar, quem sou eu pra questionar…

Imagem: Bojan Krkic e Football Pictures
Anúncios

Sem intermediários

Você quer namorar uma moça? Então fale com ela, não com o irmão…

paulo_vinicius_coelhoExcelente analogia do PVC no Bate Bola primeira edição da ESPN Brasil explicando o porquê da demora do acerto entre Palmeiras e Muricy Ramalho.

Segundo se comenta, nas primeiras tratativas o negócio havia sido atravancado por Márcio Rivelino, representante do técnico tri campeão brasileiro.

O certo é que quando o presidente palmeirense Luiz Gonzaga Beluzzo e Muricy Ramalho se encontraram pessoalmente, o acerto saiu.

Imagem: Telesporte