Que saudades do Dener…

dener-portuguesa

Em diversos momentos desta semana – não sei por que cargas d’água – me lembrei muito do Dener.

Deve ser saudades deste jogador que preferia – sem vergonha de assumir – o drible ao gol.

Dener apareceu nos holofotes da mídia na Copa São Paulo de Futebol Júnior, em 1991. Na final contra o Grêmio acabou com o jogo, participando de 3 dos 4 gols que deram o título à Portuguesa.

Logo foi parar nos profissionais do time do Canindé e não parou de brilhar.

Franzino, com cara de menino e uma habilidade incomum; assim era Dener.

Mais que menino, ele era moleque. Moleque que brincava em campo.

A passada larga lembrava um Raficero fugindo da caça, desviando-se com leveza da furiosa perseguição adversária.

Era impossível marcá-lo.

O Brasil inteiro clamou por sua convocação para Seleção principal em 94. Mas Parreira não ouviu.

E quando o escrete nacional estava reunido pro amistoso contra um combinado Bordeaux/Paris Saint Germain – que terminou 0 X 0 – um acidente levou Dener daqui.

O garoto revelado pela Portuguesa foi cedo demais… com apenas 23 anos de idade e 3 como jogador profissional.

dener-portuguesa2

Muito pouco tempo de bola pra ele, de alegria pra nós que amamos futebol.

Pouquíssimo tempo, pouquíssimos jogos.

Mas quem viu não se esquece. E, como eu, sente saudades do Dener.

Imagens: Bola de Bigode e Alma Lusa.
Canais do Youtube: egon86, letote, kojirofuuma.
Anúncios

Gangsterismo Português

gangstersA Portuguesa reforçou ainda mais sua posição de time pequeno. Não pela derrota em pleno Canindé para um dos piores times da Série B do Brasileirão, 2 X 1 para o Vila Nova de Goiás, mas pelos acontecimentos de antes da partida.

Depois da derrota o técnico Renê Simões pediu demissão, soltou o verbo e escancarou a realidade putrefata e amadora que vive a Lusa. Antes da partida o vestiário lusitano recebeu a visita de dois conselheiros do clube com seus respectivos seguranças particulares que, logicamente, estavam armados.

Não houve agressão física, mas aquela cena típica de filme de gângsters sicilianos. Amparados pelos ditos seguranças, que nas horas de folga são policiais militares, os dois conselheiros insultaram e  ameaçaram o grupo de jogadores, em especial os meias Edno e Héverton.

Sabe aquela cena clássica do capanga que abre o sobretudo pra deixar a vista suas armas enquanto o chefinho fala o quer quer e bem entende? Foi o que aconteceu no Canindé.

Hoje o clube tentou pôr panos quentes no assunto dizendo que não houve invasão de vestiário, que tratava-se de 2 conselheiros que costumam frequentar o vestiário da Portuguesa, por isto a entrada foi liberada. Embora logicamente o clube diga que não sabia da história das armas e da coação.

Os conselheiros em questão são Vítor Manoel Macedo Diniz – o Vitinho – e Antônio José Vaz Pinto. Este último é proprietário de uma tradicional concesionária de carros importados em São Paulo e por isto é mais conhecido como Toninho da Divena.

Meu protesto silencioso em relação a este caso é bem simples. Estava na dúvida se comprava um Mercedes, um jeep Chrysler ou tomava um suco de laranja e, depois do sucedido no Canindé, fico com o suquinho mesmo.

Infelizmente parece que a Portuguesa não tomará nenhuma atitude contra os envolvidos. É um caso pra expulsão sumária do clube, mas como os dois conselheiros colocam dinheiro no futebol da Lusa, a maior possibilidade é que nada aconteça.

Um absurdo que reforça ainda mais a imagem de time pequeno da Portuguesa. Pequeno, amador e assolado por uma nova modalidade marginal, o gangsterismo portugês.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Gangsterismo Português“, posted with vodpod
Imagem: The Market Oracle
Vídeo: Globo Vídeos

Os Empates da Frustração

Ontem a torcida são paulina saiu frustrada do Morumbi.

77 mil pessoas no estádio, o rival ideal – já que o Fluminense havia sido o algoz do tricolor paulista na Libertadores -, a festa estava armada.

Mas não se concretizou.

Ansioso, o São Paulo só conseguiu um empate contra o tricolor das Laranjeiras. E o Flu poderia até ter vencido o jogo.

Com  o 1X1 a decisão fica pro próximo domingo no Bezerrão, contra o perigoso Goiás.

O Grêmio, por sua vez, bateu o Ipatinga no interior de Minas e segue vivo.

Já garantiu pelo menos o vice campeonato e na última rodada recebe o Galo no Olímpico, com um olho no Gama.

Se o São Paulo perder pro Goiás basta os gaúchos vencerem o Galo que o título fica em Porto Alegre.

Outro empate frustrante foi o da Portuguesa.

O 2X2 contra o Sport mandou a Lusa de volta pra segundona. 

Mas frustração mesmo aconteceu no Maracanã.

Com pouco mais de 30 minutos de jogo o Flamengo vencia o Goiás por 3X0.

O primeiro tempo acabou 3X2.

O jogo 3X3. E ollha que a opinião é quase unânime, se alguém tivesse que ganhar esse time seria o esmeraldino goiano.

Flamengo fora do G4 e frustração total da nação rubro-negra.

 

Última Rodada

Resultados e Classificação – Brasileirão Série A

34ª Rodada

Classificação

E agora, quem segura o Tricolor?

Muricy avisou, deixaram o São Paulo chegar…

O Tricolor assumiu a liderança a 5 jogos do fim do campeonato.

E ontem, no Canindé, mostrou que chegou pra ficar.

E agora, quem pode segurar o São Paulo?

Brasileirão Série A – Resultados e Classificação

30º Rodada

Palmeiras 2X2 São Paulo
Galo 0X2 Cruzeiro
Coritiba 1X1 Goiás
Portuguesa 2X0 Grêmio
Botafogo 0X1 Santos
Inter 2X1 Atlético-PR 
Sport 2X2 Náutico
Figueirense 1X1 Ipatinga
Vitória 2X2 Fluminense 
Vasco 0X1 Flamengo