Éric Wolverine Abidal

Há cerca de um mês e meio, Abidal teve que dar um tempo na bola em virtude de um câncer no fígado.

A cirurgia para a extração do tumor foi um sucesso e a expectativa dos médicos era que, para a próxima temporada, o lateral francês do Barça estaria zero bala.

Há uma semana Abidal voltou a se exercitar.

E pra surpresa de todos, ontem foi relacionado para a partida de hoje contra o Real Madrid, válida pelas semifinais da Uefa Champions League.

Com as lesões de Gabriel Milito e Martín Montoya neste fim de semana, restou como opção para o sistema defensivo de Pep Guardiola apenas os garotos Muniesa e Fontás, ainda mais presentes no time B do Barça. Daí a aparição do Éric Wolverine Abidal.

Segundo a equipe médica do Barcelona, o francês perdeu um pouco de peso durante todo o processo, mas se encontra bem fisicamente.

Então vai pro jogo!

A notícia de que Abidal estaria no banco nesta terça foi recebida sob aplausos pelo elenco catalão, como mostra o vídeo da ESPN Brasil.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Abidal Wolverine, postado via vodpod
Vídeo: ESPN Brasil

E o campeão, voltou?

sao_paulo voltouHá algumas rodadas que a torcida do São Paulo vem entoando o cântico ÔÔÔ, o campeão voltou!

E parece que ele está de volta mesmo.

Depois de 7 jogos de invencibilidade (6V 1E), sendo 5 vitórias consecutivas, fica difícil ignorar o tricolor. A última derrota aconteceu na 11ª rodada, 2 X 0 pro Galo no Mineirão.

E não é só resultado. O futebol do tricolor do Morumbi está visivelmente melhor, mais vistoso.

Hernanes voltou a jogar bem, ainda longe daquele jogador imprevisível e decisivo da temporada passada, mas tem jogado bem nas últimas rodadas.

Dagoberto fez as pazes com o gol, Jorge Wágner com a bola. O baiano voltou a ser amigo da gorduchinha, a ficar junto dela, como nos tempos de Bahia. Parou de cruzar a todo instante e agora busca o jogo, o passe.

Miranda parece ter recuperado a boa fase, firme e clássico, pra mim o melhor zagueiro brasileiro ao lado de Juan da Roma. E Rogério Ceni deve voltar nas próximas rodadas, o que dá um toque diferente ao tricolor.

Mas a mudança que mais tem me impressionado foi a de Richarlysson. O eclético e perseguido jogador voltou a sua melhor fase, driblando, chutando de fora da área e marcando muito. Correndo pra ele, pra arquibancada que insiste em não apoiá-lo e pra todo time.

Ainda não é aquele Richarlysson do Brasileirão 2007, mas sua importância na recuperação são paulina é indiscutível.

Palmeiras, Galo, Inter e Goiás que se cuidem, pois parece que o campeão voltou…

Imagem: Blog do Tio Ted

Conheça a Sociedade Futeboleira do Brasil, a rede social do futebol!