Gol de placa? Não, gol de Messi!

O Barcelona venceu o Real Madrid no Santiago Bernabéu, 2 x 0 com 2 gols de Lionel Messi.

O segundo, uma pintura!

Um gol maradoniano que me fez lembrar o gol do eterno 10 argentino em outra semifinal, a da Copa de 86, contra a Bélgica.

site oficial do Barça preferiu a expressão Messídico para ilustar a obra prima do melhor do mundo.

Mas a definição que eu mais gostei foi a do André Kfouri na transmissão da ESPN, “um gol de Messi”, simples assim.

O repórter ainda completou com maestria, “temos que nos acostumar com esta expressão”.

Como se Messi fosse um sinônimo de beleza, de genialidade.

E por acaso não é?
Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Messídico!, postado via vodpod

Vídeo: Globo

11 contra 11

Não tenho muito o que escolher, alguém entra no lugar dele, jogaremos com 11.

A frase, um tanto irônica, foi proferida por Josep Guardiola, treinador do Barcelona, na entrevista coletiva desta terça, 26 de abril, antes do clássico contra o Real Madrid.

Sem seus 3 laterais esquerdos – Abidal, Adriano e Maxwell – Guardiola ganhou mais um desfalque nesta terça, o meia Andrés Iniesta que sofreu uma contratura na panturrilha direita e está fora do jogo no Bernabéu.

Seydou Keita deve entrar no lugar de Iniesta.

Já na defesa o problema é mais complicado e Guardiola terá que improvisar. O mais provável é que Mascherano apareça no miolo de zaga com Puyol sendo deslocado para a lateral esquerda.

Imagem: tpower1978

A obsessão por chegar a Madrid

Mourinho classificou bem, chegar à final da Champions virou uma obsessão para o Barcelona.

E existe uma razão para isto. Levantar o troféu de clubes mais cobiçado do mundo em pleno Bernabéu com uma equipe que atua com pelo menos 7 jogadores feitos em casa tem um sabor pra lá de especial!

Principalmente em uma temporada onde o Real gastou uma fortuna para reviver os dias galácticos.

Seria um título especial não só para os torcedores barcelonistas, mas também para este grupo de jogadores que tão bem entendeu o espírito do clube catalão.

A obsessão chegou ao Youtube. Em seu canal oficial, o Barça soltou dois vídeos sobre a esperada virada. E você pode vê-los logo abaixo!

Canal do Youtube: FC Barcelona

O maior na altura

O maior sou eu… pelo menos na altura.

A declaração é do português Cristiano Ronaldo quando perguntado quem era maior, ele ou Messi.

A frase foi cunhada da coletiva do Real nesta sexta, véspera do super clássico.

Ronaldo despejou elogios ao pequeno argentino e ao fim da coletiva, quando um repórter inglês perguntou Ronaldo ou Messi, ele não titubeou: Ambos.

Concordo demais com o português!

Abaixo, o trecho final da coletiva.

Canal do Youtube: ASslb4ever

Futebol Festa

placar madrid 2x6 barcelona bernabeu 02 05 2009Dificilmente os torcedores do Barça e do Real Madrid esquecerão o 2 de maio de 2009.

Para os merengues um gosto amargo na boca, os olhos baixos, a vergonha

Para os barcelonistas uma sensação indescritível, muito mais que alegria, muito maior que o gozo.

O Bernabéu calado, como se estivesse vazio. Os olhos tristes não podiam acreditar nos gols, no futebol. Um pesadelo, um moinho monstro de Cervantes que passava por cima e demolia os pobres homens de branco, que mais pareciam crianças ao lado dos gigantes.

Do outro lado, o azul e grená, só se ouviam suspiros, só se viam sorrisos. O futebol como poesia, como versos de César Vallejo. O futebol jogado feito amor.  

Papéis invertidos na capital espanhola. Enquanto os homens de azul e grená brincavam de bola, as crianças de branco corriam, sofriam e não ganhavam nenhuma recompensa

6 gols que poderiam ser 9, 10, 12. O jogo bonito levado a sério; compromisso prazeroso pra quem cumpre e pra quem vê. 

A partida foi muito bem definida pelas palavras de 2 grandes ícones do Real, o goleiro Casillas

Passaram por nós como um rolo compressor.

e o interminável atacante Raúl 

Saímos na frente e até pensamos que poderíamos vencer. Mas aí eles viraram o jogo e este time com a vantagem é praticamente invencível. 

Já as palavras de Henry e Messi, que juntamente com Xavi foram os grandes destaques da partida – se é possível apontar apenas 3 – demonstram que esta não foi uma partida atípica.

Queríamos vencer o jogo e conseguimos fazer isto jogando bem.

E

Já fizemos 6 gols em outras partidas, Já apresentamos um futebol tão vistoso assim em outras ocasiões. Desta vez foi em uma partida decissiva, então por isto acho que a repercussão é maior.

Foi um verdadeiro show. Pra quem torce pro Barça ou simplesmente gosta de futebol.

Além da vitória e da proximidade do título, faltam apenas 5 pontos, o Barcelona chegou ao centésimo gol na Liga Espanhola e o trio letal Messi-Eto’o-Henry (69 gols27 do camaronês, 23 do argentino e 19 do francês) ultrapassou o lendário ataque merengue de 1961 que tinha nada mais nada menos que Puskas e Di Stéfano.

Mas o massacre no Bernabéu serviu pra muito mais que consolidar recordes. Serviu pra mostrar, de forma irrefutável, que na Espanha não tem pra inguém, que o Real Madrid está longe, muito longe do Barça

A vitória do Barcelona é uma vitória de todos aqueles que gostam do jogo bonito, vistoso, jogado em forma de espetáculo.

Daqueles que acreditam na base, que cultivam e cultuam a tradição do jogo ofensivo, dos jogadores feitos em casa.

Futebol festa, como bem gosta e não abre mão o povo catalão

barcelona comemora a goleada no bernabeu

Fotos: Diário Marca

Juande Ramos assume o Real Madrid

Juande Ramos é o novo treinador do Real Madrid.

Bernd Schuster não resistiu até o clássico contra o Barça no próximo domingo.

A fase não era boa já tinha um tempo e a gota d´água foi a derrota para o Sevilha no último domingo. 4X3 em pleno Bernabéu, palco de corriqueiros vexames nesta década.

Nesta temporada Juande Ramos já havia treinado, sem sucesso, o Tottenham da Inglaterra, de onde foi demitido.

O treinador espanhol ficou famoso por levar o Sevilha ao bi campeonato da Copa da UEFA nas temporadas 2005/2006 e 2006/2007

Juande assumiu o clube merengue dizendo:

Esta é uma equipe vencedora, a mais vencedora de todas. Espero não decepcionar ninguém e conseguir os êxitos que o Madrid  merece.

Melhor que Vinho

Alessandro Del Piero completou, ontem, 34 anos de idade.

Há quem diga que o craque juventino já está velho, em fim de carreira.

Mas Del Piero vem provando o contrário.

Só nos últimos 5 jogos foi às redes 5 vezes.

E não foram golzinhos quaisquer, foram só golaços!

Semana passada ele jogou tanto no mítico Santiago Bernabeu que saiu de campo ovacionado… pela torcida do Real.

Eu só tinha visto isso com Maradona e Ronaldinho Gaúcho. Com o agravante que estes dois jogavam pelo Barça.

Na Itália já o querem na Azzurra novamente.

E não pensem que fecharei o post com o velho e bom chavão da bebida que envelhece e ganha gosto, exuberância.

Não.

Del Piero não é como, é melhor que vinho.