Conta Gotas 4

De cor e salteado

conta gotas opio laudanoHéber Roberto Lopes, que apitou a primeira partida das finais da Copa do Brasil, decorou muito bem a tabuada dos cartões amarelos. O Timão tinha 5 pendurados, Elias, Cristian, Chicão, Jorge Henrique e Souza e o cover do Colina poupou a quase todos da suspensão. Elias fez 6 faltas só no primeiro tempo, motivo mais que justo pra levar seu amarelinho. E que não venham me chamar de purista, um jogador não pode fazer 6 faltas em um tempo, é demais. Mas Héber não deu. Chicão fez uma falta em Taison na risca da grande área, possível situação de gol que acabou em infração sem cartão. Jorge Henrique também merecia o seu pela quantidade de faltas. Dos titulares só Cristian se cuidou durante o jogo e não mereceu o cartão. Pra não ficar feio e não dar na cara demais, no fim da partida o juizão soltou o cartão em Souza que está fora do jogo em Porto Alegre. O que sejamos sinceros, não faz a menor diferença.  Parece que quem amarelou mesmo foi o Héber.

Gordo, gripado e goleador

conta gotas opio laudanoMesmo gordo, gripado e sem ritmo Ronaldo foi decisivo na primeira final da Copa do Brasil. No primeiro tempo perdeu um gol dentro da pequena área em uma grande intervenção do goleiro colorado, Lauro. No segundo tempo recebeu uma bola em velocidade nas costas do zagueiro Índio. O Fenômeno chegou na frente, deu um cortinho seco no zagueiro e finalizou com perfeição, forte e rasteiro no canto esquerdo de Lauro. Indefensável. Ronaldo não marcava há 5 partidas, mas apareceu quando devia. Dá-lhe Gordo!

E vale?

conta gotas opio laudanoCobrar falta com a bola rolando vale? Na final da Copa do Brasil valeu! O segundo gol do Timão surgiu de uma falta na intermediária que Elias bateu rápido, colocando Ronaldo na boca do gol. O único detalhe era que a bola estava rolando e isto não vale. O pior é que o árbitro Héber Roberto Lopes estava ao lado do lance, mas ao lado mesmo. Mas parece que não viu que a pelota não estava parada. Ou pelo menos não quis soprar o apito.

0 X 0 que classifica

conta gotas opio laudanoO Grêmio se garantiu na semifinal da Copa Libertadores depois de empatar sem gols com o Caracas da Venezuela em Porto Alegre. A classificação não foi tão fácil como esperava o torcedor tricolor nem tão difícil como sugere o placar. O time venezuelano assustou em uma bola no início do segundo tempo, mas foi só. O resto do jogo só deu Grêmio e mais uma vez o tricolor gaúcho perdeu um caminhão de gols. Máxi Barbie Lopes é dureza…

0 X 0 que elimina

conta gotas opio laudanoO Palmeiras está fora da Copa Libertadores. Depois de empatar em casa com o Nacional do Uruguai em 1 X 1, o Verdão foi a Montevidéu e não saiu do zero. A melhor chance foi na cabeça de Obina, mas a bola passou triscando a trave. O Palmeiras vinha se classificando na bacia das almas nesta Libertadores, milagres de Marcos e Cleiton Xavier. Mas desta vez não teve milagre e o time de Vanderlei Luxemburgo está de fora do torneio continental. Bom pro Nacional de Montevidéu que, depois de 20 anos, traz o futebol uruguaio de volta às semifinais da Libertadores.

Cansado de que?

conta gotas opio laudanoQue a temporada européia é extenuante, disto não tenho dúvidas. Mas só pros grandes times, praqueles que chegam longe nas copas nacionais e nos torneios continentais. Muitos jogadores da seleção do Dunga andam reclamando de cansaço. Entre eles o lateral Kléber e o meia Elano. Vale lembrar que Kléber joga no Inter de Porto Alegre, ou seja, ainda está no meio da temporada. E Elano, vamos falar sério! Elano foi reserva quase toda temporada de um time mediano que caiu cedo na FA e na Carling Cup, chegou as quartas da Copa da Uefa, mas Elano quase não atuou no continental. Reserva de um time pequeno que nem teve a temporada tão cheia. Tá cansado de que Elano?

Não dá pra confiar

conta gotas opio laudanoRecebo muita chiadeira da torcida colorada por criticar o treinador Tite. Mas realmente não dá pra confiar no professor de fala difícil. Ontem, na final da Copa do Brasil, só Tite não viu como o Magrão estava mal em campo. Não marcava, não criava e perdia muitas bolas no meio que viravam perigosos contra ataques corinthianos. Sem falar que Magrão pregou mesmo, no fim da partida não conseguia nem andar. Mas mesmo assim Tite preferiu sacar o outro volante, Sandro. Tite errou feio ontem e seus erros podem custar a taça. Outra do Tite que não dá pra entender. A base do Inter tem um dos centroavantes mais promissores do futebol brasileiro, o excelente  Wálter. Então por favor me expliquem, com Wálter na base, por que o Leandrão é quem fica no banco? Eu não entendo…

Imagem: Blog Josias de Souza
Anúncios

Com Drama…

inter campeao sul americanaFoi dramático. Como toda boa decisão deve ser.

A final da Copa Sul Americana foi um jogaço.

Não pela técnica. O jogo foi pegado demais e as trombadas foram mais frequentes que os dribles.

Mas não faltou emoção. A partida deixou tensos colorados, pinchas, basureros, gremistas e corações de todas as cores. 

O Gigante da Beira-Rio estava lindo, tingido de vermelho e confiança.

Mas não podia ser fácil.

O Inter começou bem. Dominou a faixa central do campo e acuou o Estudiantes. Mas agredia pouco.

A melhor chance foi com Nilmar, em impedimento, que depois de um cruzamento de Alex meteu a bola na trave de Andújar.

Depois disso o time argentino passou a gostar do jogo, como bem dizia o canhotinha de ouro.

Boselli chegou a marcar. Mas o bandeira, equivocadamente, assinalou impedimento.

Aliás, péssima a arbitragem do senhor Larrionda.

O Estudiantes voltou melhor no segundo tempo.

Com uma maior movimentação e o tradicional toque de bola hermano, a equipe argentina envolveu o time gaúcho.

A solução de Tite foi trocar Andrézinho por Gustavo Nery. 

Não deu outra, 2 minutos depois gol do Estudiantes. Alayes.

Silêncio absoluto no Beira-Rio.

O Inter sentiu o gol. Alex, o craque do time, não acertava um passe. A torcida calada parecia ausente.

Beira-Riaço?

Depois que Taison entrou no lugar de Alex as duas equipes só esperaram o término do tempo normal.

A prorrogação foi mais tensa ainda. Na primeira etapa a única chance foi de Bolívar, mas Andújar salvou.

Na segunda etapa o Inter voltou mais agressivo.

Tentou na classe com D´Alessandro, na força com Taison.

Aos 8 minutos do segundo tempo da prorrogação, o goleiro do Estudiantes salvou milagrosamente uma cabeçada de Danny Moraes e o rebote de Gustavo Nery.

Mas Nilmar estava lá. E o goleiro nada pôde fazer.

No meio do bate-rebate o centroavante colorado só empurrou para as redes.

Era a explosão encarnada.

O último título oficial que faltava ao Inter.

O primeiro brasileiro a conquistá-lo.

Com muito drama, a América voltou a ser colorada.

Parabéns Inter!

titulos oficiais inter

Bela Vitória

Bela vitória colorada na noite de ontem.

Foi só 1X0 e com gol de pênalti, é verdade. Mas fora de casa e com um jogador a menos desde os 24 do primeiro tempo.

E contra um bom time que não perdia no Estádio Ciudad de La Plata há 43 partidas, mais de 18 meses de invencibilidade.

Alex marcou o gol, mas os que jogaram muito mesmo foram D´Alessandro, Nilmar e Bolívar, este último pra mim o grande nome do jogo.

Outro que jogou muito bem foi o goleiro Lauro que nem foi muito exigido, mas matou a melhor jogada do Estudiantes que é a bola alta.

Embora o time de La Plata tenha jogadores técnicos, o ponto forte dos Pinchas são os cruzamentos de Verón para Boselli, Lázaro ou Calderón. É daí que surgiram quase 60% dos gols do Estudiantes nesta temporada.

Os pontos negativos foram Guiñazu, expulso infantilmente antes da metade do primeiro tempo. Álvaro que só não foi expulso pela complacência do senhor Carlos Amarilla.

E o pior do Inter sem dúvida foi Tite. Trocar Nilmar, Alex e D´Alessandro por Gustavo Nery, Sandro e Danny Morais? É muita vontade de empatar pro meu gosto…

Mesmo com Tite e Gustavo Nery o Inter bateu o Estudiantes em La Plata e pôs uma mão na Taça.