Fotos de Galo X Santos

Enviado pelas leitoras
Luciana de Campos e Luciana Louzeiro

As leitoras Luciana de Campos e Luciana Louzeiro estiveram no Mineirão neste último fim de semana para acopanhar a partida Galo X Santos, que terminou 3 X 1 para o alvinegro mineiro.

Além de comemorar a vitória as meninas puderam curtir aquele momento tiete no hall principal do estádio. Tem foto com Diego Tardelli, Corrêa – o grande nome da vitória atleticana – Márcio Araújo e até com o Professor Luxa.

É só clicar na imagem abaixo – ou no botão ver todas as imagens – e curtir o slide com as fotos!

slide-galo_santos

Anúncios

As virtudes de um homem simples

Andrade-tecnico_interino-flamengoAndrade ainda não é um técnico de futebol, no conceito do professor que vivemos hoje. Fala manso, não é de xingar nem de reclamar de arbitragem. Tão pouco gesticula feito um animador de auditório à beira do campo.

Andrade também não usa terno. Prefere o agasalho do clube que defende, talvez por lembrar os tempos em que fez parte de um dos melhores times da história do futebol brasileiro, aquele Flamengo cantado e recantado dos anos 80.

Mas talvez ele não use terno por pura simplicidade, por se ver mais boleiro que catedrático.

Há alguns meses o interino rubro negro teve um entrevero com o goleiro Bruno que o chamou de fracassado. Entre outras coisas Bruno teve a audácia de dizer que Andrade não ganhara nada como treinador. Heresia que deveria ter sido punida com mais severidade. Quem é Bruno perto de um Andrade?

Neste fim de semana o Flamengo em seu milésimo jogo pelo Brasileirão – venceu o Santos na Vila Belmiro pela segunda vez na história, a primeira em um jogo oficial. 2 X 1 de virada e o craque da partida foi, sem dúvida, Andrade. Suas substituições foram fundamentais pra vitória rubro negra.

Mas ao invés de chamar os louros da glória pra si, preferiu dedicá-la – em espontânea e verdadeira emoção – a um amigo, ao ex companheiro de Flamengo Zé Carlos que faleceu esta semana.

A simplicidade e a generosidade do Andrade impressionou a todos neste fim de semana, ainda mais se compararmos suas atitudes com as do professor Luxemburgo que quase agrediu o volante Roberto Brum depois de um infantil cartão amarelo.

Andrade conhece muito de futebol, embora não seja visto assim. Perto do linguajar polido de Tite ou dos ternos italianos de Luxemburgo ele parece um bronco. Mas só aos olhos menos sensíveis.

Andrade é grande! Como homem e como boleiro. Seja jogando, seja dirigindo.

E mais que isto, Andrade sente, Andrade se emociona. Andrade chora.

E comove todos aqueles que acreditam que o futebol pode ser mais simples e mais sincero.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

Conta Gotas 4

De cor e salteado

conta gotas opio laudanoHéber Roberto Lopes, que apitou a primeira partida das finais da Copa do Brasil, decorou muito bem a tabuada dos cartões amarelos. O Timão tinha 5 pendurados, Elias, Cristian, Chicão, Jorge Henrique e Souza e o cover do Colina poupou a quase todos da suspensão. Elias fez 6 faltas só no primeiro tempo, motivo mais que justo pra levar seu amarelinho. E que não venham me chamar de purista, um jogador não pode fazer 6 faltas em um tempo, é demais. Mas Héber não deu. Chicão fez uma falta em Taison na risca da grande área, possível situação de gol que acabou em infração sem cartão. Jorge Henrique também merecia o seu pela quantidade de faltas. Dos titulares só Cristian se cuidou durante o jogo e não mereceu o cartão. Pra não ficar feio e não dar na cara demais, no fim da partida o juizão soltou o cartão em Souza que está fora do jogo em Porto Alegre. O que sejamos sinceros, não faz a menor diferença.  Parece que quem amarelou mesmo foi o Héber.

Gordo, gripado e goleador

conta gotas opio laudanoMesmo gordo, gripado e sem ritmo Ronaldo foi decisivo na primeira final da Copa do Brasil. No primeiro tempo perdeu um gol dentro da pequena área em uma grande intervenção do goleiro colorado, Lauro. No segundo tempo recebeu uma bola em velocidade nas costas do zagueiro Índio. O Fenômeno chegou na frente, deu um cortinho seco no zagueiro e finalizou com perfeição, forte e rasteiro no canto esquerdo de Lauro. Indefensável. Ronaldo não marcava há 5 partidas, mas apareceu quando devia. Dá-lhe Gordo!

E vale?

conta gotas opio laudanoCobrar falta com a bola rolando vale? Na final da Copa do Brasil valeu! O segundo gol do Timão surgiu de uma falta na intermediária que Elias bateu rápido, colocando Ronaldo na boca do gol. O único detalhe era que a bola estava rolando e isto não vale. O pior é que o árbitro Héber Roberto Lopes estava ao lado do lance, mas ao lado mesmo. Mas parece que não viu que a pelota não estava parada. Ou pelo menos não quis soprar o apito.

0 X 0 que classifica

conta gotas opio laudanoO Grêmio se garantiu na semifinal da Copa Libertadores depois de empatar sem gols com o Caracas da Venezuela em Porto Alegre. A classificação não foi tão fácil como esperava o torcedor tricolor nem tão difícil como sugere o placar. O time venezuelano assustou em uma bola no início do segundo tempo, mas foi só. O resto do jogo só deu Grêmio e mais uma vez o tricolor gaúcho perdeu um caminhão de gols. Máxi Barbie Lopes é dureza…

0 X 0 que elimina

conta gotas opio laudanoO Palmeiras está fora da Copa Libertadores. Depois de empatar em casa com o Nacional do Uruguai em 1 X 1, o Verdão foi a Montevidéu e não saiu do zero. A melhor chance foi na cabeça de Obina, mas a bola passou triscando a trave. O Palmeiras vinha se classificando na bacia das almas nesta Libertadores, milagres de Marcos e Cleiton Xavier. Mas desta vez não teve milagre e o time de Vanderlei Luxemburgo está de fora do torneio continental. Bom pro Nacional de Montevidéu que, depois de 20 anos, traz o futebol uruguaio de volta às semifinais da Libertadores.

Cansado de que?

conta gotas opio laudanoQue a temporada européia é extenuante, disto não tenho dúvidas. Mas só pros grandes times, praqueles que chegam longe nas copas nacionais e nos torneios continentais. Muitos jogadores da seleção do Dunga andam reclamando de cansaço. Entre eles o lateral Kléber e o meia Elano. Vale lembrar que Kléber joga no Inter de Porto Alegre, ou seja, ainda está no meio da temporada. E Elano, vamos falar sério! Elano foi reserva quase toda temporada de um time mediano que caiu cedo na FA e na Carling Cup, chegou as quartas da Copa da Uefa, mas Elano quase não atuou no continental. Reserva de um time pequeno que nem teve a temporada tão cheia. Tá cansado de que Elano?

Não dá pra confiar

conta gotas opio laudanoRecebo muita chiadeira da torcida colorada por criticar o treinador Tite. Mas realmente não dá pra confiar no professor de fala difícil. Ontem, na final da Copa do Brasil, só Tite não viu como o Magrão estava mal em campo. Não marcava, não criava e perdia muitas bolas no meio que viravam perigosos contra ataques corinthianos. Sem falar que Magrão pregou mesmo, no fim da partida não conseguia nem andar. Mas mesmo assim Tite preferiu sacar o outro volante, Sandro. Tite errou feio ontem e seus erros podem custar a taça. Outra do Tite que não dá pra entender. A base do Inter tem um dos centroavantes mais promissores do futebol brasileiro, o excelente  Wálter. Então por favor me expliquem, com Wálter na base, por que o Leandrão é quem fica no banco? Eu não entendo…

Imagem: Blog Josias de Souza

Conta gotas 3

São Marcos, padroeiro de Luxemburgo

conta gotas opio laudnoO Palmeiras perdeu para o Sport na Ilha do Retiro, 1 X 0, mas avançou na Copa Libertadores graças ao goleiro Marcos que pegou 3 cobranças na disputa de pênaltis. Sem falar nas defesas no tempo normal, salvador! Marcão salvou a pele do Luxemburgo que mexeu muito mal em sua equipe e quase entrega o jogo. Quando o Palmeiras dominava a partida prendendo a bola no campo ofensivo, Luxemburgo sacou Diego Souza – que era justamente quem segurava a bola na frente – pra colocar o volante Mozart e também tirou Keirrison pra colocar Ortigoza. O Sport ganhou terreno, fez 1 X 0 e se não fosse Marcos desviar um chute de Ciro já no apagar das luzes, a vaca teria ido para o brejo… ou para o mangue.

1 X 0 sem futebol

conta gotas opio laudnoO Cruzeiro passou pelo Universid de Chile no Mineirão sem precisar se esforçar. Pra dizer a verdade, ganhou sem jogar. O time celeste entrou em campo e deixou o tempo passar. Os chilenos também não queriam jogar, o negócio deles era porrada. Então o Cruzeiro ficou lá, sem forçar o jogo, sem fazer nada. No fim, Kléber marcou um gol só pra não ficar chato.

O Desespero do Fred

conta gotas opio laudnoApós a derrota do Flu por 1 X 0 para o Corinthians no Pacaembu, pelas quartas de final da Copa do Brasil, Fred demonstrou um certo desespero na coletiva. “Lá no Maracanã o Fluminense tem que partir pra cima, o Fluminense é time grande”, repetia isto sem parar, oito, nove vezes. A cada semana o Fluminense ganha mais a cara do seu treinador. Ou seja, o Flu está a cada dia mais burocrático, com o futebol mais amarradinho do que nunca. Dá-lhe Parreira!

Simplicidade X Extravagância

conta gotas opio laudnoEm São Januário o Vasco meteu 4X0 no Vitória, jogo válido pela Copa do Brasil. Como bem definiu o PVC na Espn Brasil, foi a vitória da simplicidade sobre a extravagância. Carpeggiani quis tanto dar um nó em Dorival Júnior que confundiu até seus jogadores. Já o técnico vascaíno não tentou surpreender, entrou com o time do mesmo jeito que vinha jogando, desde o início da temporada. Agora vai a Salvador praticamente classificado para a semifinal, simples assim.

Poucos e perigosos, muitos e inofensivos

conta gotas opio laudnoA partida entre Flamengo e Inter no Maracanã foi muito interessante. Daqueles 0 X 0 gostosos, onde a todo momento o narrador está gritando o nome do goleiro. Mas o melhor do jogo foi o contraste tático das equipes. De um lado o Colorado que ataca com pouquíssimos jogadores, mas mesmo assim é um temor para as defesas adversárias. Os gaúchos tem um trio ofensivo de dar inveja a qualquer time com Taison, D’Alessandro e Nilmar, mas é difícil ver outros jogadores se aproximando do trio letal. Raramente os laterais sobem e raramente os volantes chegam como surpresa. Do outro lado o Flamengo que ataca com o time inteiro, mas não consegue marcar gols. Vamos ver como será no estádio da Beira Rio

Imagem: Blog do Josias de Souza

Hipocrisia Nossa de Cada Dia

Após a derrota para o Fluminense, no sábado, o goleiro Marcos do Palmeiras saiu de campo cuspindo marimbondo.

Disse que o 5º lugar estava de ótimo tamanho, se comparado à vontade que o grupo vinha demonstrando em campo.

O professor Luxa – que eu não sei se é Wanderley, Wanderlei, Vanderlei ou Vanderley, não suporto gente que troca de nome – não gostou das declarações do goleiro e passou um pito em Marcão.

Torcida palmeirense e Imprensa Séria foram quase unânimes em seus julgamentos: se era pra ficar do lado de alguém seria de Marcos.

Afinal, ele tem muito mais credibilidade, moral e identificação com o Verdão, mais que Luxemburgo, Diego Souza ou qualquer outro do grupo palmeirense.

Na saída do jogo de ontem, contra o Goiás, Luxemburgo tentou pôr panos quentes no imbróglio.

Entre outros elogios o treinador até sugeriu uma estátua para Marcos no Palestra.

Salve Salve a hipocrisia nossa de cada dia!